Cresce a procura por vestibular digital - WHOW
Tecnologia

Cresce a procura por vestibular digital

Até março, apenas 79 cursos estavam disponíveis através desse tipo de acesso. Hoje são mais de 315. Entenda como funciona

POR Adriana Fonseca | 25/06/2020 17h47

O vestibular digital ganhou evidência com a situação imposta pela necessidade de isolamento social. Antes do dia 24 de março, apenas 79 cursos estavam disponíveis para a realização do vestibular digital. Logo depois do anúncio da quarentena, o número de cursos cresceu de forma expressiva e atualmente são mais de 315 opções de cursos disponíveis através do vestibular digital, segundo dados levantados pelo Amigo Edu, empresa responsável por vestibulares digitais de diversas universidades do país.

A plataforma, aliás, que reúne bolsas de estudo de diversas faculdades de todo país, lançou recentemente essa funcionalidade, atenta às demandas do mercado. Todo o processo, desde a inscrição, passando pela prova, até a efetivação da matrícula, é feito em um ambiente 100% online. A admissão digital do aluno faz com que ele não precise comparecer à instituição para entregar seus documentos e oficializar sua matrícula.

“Seguindo uma tendência do mercado de educação, com as mudanças nas relações de consumo, e com a digitalização do Enem, nós decidimos criar o vestibular digital como uma opção para que as faculdades brasileiras também possam aplicar suas provas online”, afirmou José Roberto Dantas, CEO do Amigo Edu. 

O vestibular digital da Amigo Edu está disponível para 12 instituições de ensino do Brasil: FMU, Anhembi Morumbi, UniRitter, FBP, IBMR, UnP, UniFG, UniFacs, São Judas, Una e Belas Artes.

Como funciona o vestibular digital

Ainda que seja uma novidade, o processo é simples. 

Ao acessar o site da universidade, o aluno entra na área de vestibular digital e automaticamente é redirecionado para uma plataforma customizada para a faculdade. A partir desse momento, todas as etapas são realizadas dentro dessa plataforma. Entre elas a inscrição, a escolha do campus e do curso de interesse. Depois, é só iniciar a prova do vestibular e, ao concluí-la, aguardar para saber se foi pré-aprovado ou não. 

Com a pré-aprovação, o aluno está apto a se matricular e pode realizar todo o processo de admissão digital, como o recebimento dos documentos e assinatura do contrato de matrícula por meio da plataforma, eliminando a necessidade de  ir à faculdade nesse momento. 

Os processos de segurança impedem fraude. Entre os recursos antifraude estão a análise dos documentos enviados pelo estudante, reconhecimento facial de imagens capturadas pela webcam, gravação da interação do usuário com a plataforma e análise de plágio.

Com relação ao recurso de reconhecimento facial, antes de iniciar o exame o aluno anexa uma foto do seu documento (RG ou CNH) e uma foto de rosto. Essas informações passam por uma análise automatizada para atestar a veracidade. Uma vez aprovado, o usuário inicia a prova com o recurso de reconhecimento facial que compara, periodicamente, o rosto à frente da câmera com o rosto da foto enviada. Ao final do processo a instituição terá acesso a um dossiê que informa se houve alguma infração, como por exemplo, a ausência do rosto do vestibulando ou a presença de um outro rosto.

Segundo a Amigo Edu, hoje os cursos mais procurados pelos estudantes no vestibular digital são administração, direito, enfermagem, psicologia e medicina veterinária.

A São Judas é uma das universidades que investiu no vestibular digital para o segundo semestre de 2020, e a prova será realizada em 27 de junho. A universidade oferece cursos em diversas áreas, como direito, fisioterapia, engenharia civil, engenharia mecânica, odontologia, psicologia, administração, biomedicina, arquitetura e urbanismo e medicina veterinária, entre outros.


ACOMPANHE ESTA LIVE SOBRE O ECOSSISTEM DE INOVAÇÃO NA EDUCAÇÃO
Ver essa foto no Instagram

Venha aprender mais sobre as diferentes formas de ensino e aprendizagem, as novas tecnologias e tendências que vão impactar o setor, além das ondas de evolução das startups no Brasil, neste bate-papo com @guijunqueira, CEO da @gamaacademy. #inovacao #educacao #gestao #startup #live #whow #whowfestival

Uma publicação compartilhada por WHOW! (@whowfestival) em


educação Arte Grupo Padrão (@flaviopavan_76)


+NOTÍCIAS

Saiba como grandes startups estão lidando com o home office
A importância da experiência para os consumidores
Entenda a polêmica envolvendo o rastreamento de celulares na pandemia
Como será este ano para as startups brasileiras?