Coronavírus: veja dispositivos e iniciativas que se destacam na pandemia - WHOW

Consumo

Coronavírus: veja dispositivos e iniciativas que se destacam na pandemia

Tecnologia ajuda população a cuidar da saúde, a ter acesso a redes de apoio e até a voltar ao mercado de trabalho em meio à crise

POR Luiza Bravo | 04/05/2020 15h16 Imagem: Unsplash Imagem: Unsplash

A quarentena causada pelo novo coronavírus tem impactado não apenas os sistemas de saúde ao redor do mundo, mas também a economia e as relações sociais. As recomendações de distanciamento social e as incertezas do mercado financeiro fizeram com que milhares de empresas mergulhassem em uma crise sem precedentes e levaram à demissão de trabalhadores em todo o planeta.

Nesse cenário, empresas de tecnologia estão desenvolvendo mecanismos para ajudar a população a passar por essa pandemia de forma mais amena. As soluções vão desde dispositivos que ajudam a monitorar sintomas da Covid-19 em casa até redes de apoio para quem não pode sair sob hipótese alguma neste momento.

Inovações causadas pelo coronavírus

Biologix

Criada em 2015, a healthtech desenvolveu um sensor portátil que se encaixa no dedo da mão do paciente para diagnosticar apneia do sono. Agora, o dispositivo está sendo usado para ajudar a acompanhar remotamente pacientes com suspeita do novo coronavírus.

O sistema conta com um sensor que capta o nível de saturação de oxigênio e a frequência cardíaca do paciente. Os dados são coletados em tempo real por um aplicativo de celular, e o programa envia as informações para um painel de controle que é monitorado por médicos.

A queda na saturação do oxigênio é um dos principais indicadores de que o quadro de Covid-19 está se agravando. Quando isso ocorre, a equipe médica entra em contato com o paciente ou seu acompanhante para saber se existem outros sintomas e, se for o caso, orientá-lo a procurar um hospital.

coronavírus Foto de divulgação (biologix)

Guia Pra Todos Verem

O aplicativo foi desenvolvido para fornecer informações gerais sobre a Covid-19 para pessoas com deficiência visual. Na plataforma, os usuários têm acesso a números da pandemia em tempo real no Brasil e no mundo e telefones importantes para contato em casos de emergência. Uma seção de boas notícias também destaca histórias mais otimistas sobre a doença.

Precisamos

Em isolamento social, muitas pessoas acabam tendo mais dificuldade de ter acesso a produtos e serviços, além de se sentirem extremamente solitárias. Por outro lado, a situação atual despertou em boa parte da população um sentimento de solidariedade até então nunca visto. Para unir esses dois extremos, surgiu a plataforma, que permite que os usuários vejam, em tempo real, um mapa do Brasil que indica pessoas que podem ajudar ou que precisam de ajuda.

O usuário pode filtrar a busca por categorias, como alimentos pessoais, entregas ou levar um animal de estimação para passear. A plataforma é gratuita e sem fins lucrativos.

Nãodemita 

As micro, pequenas e médias empresas foram as primeiras a sentir os impactos econômicos desta pandemia, e centenas de milhares de brasileiros já foram demitidos nas últimas semanas. O movimento surgiu para ressaltar a responsabilidade social dos empresários, incentivando as empresas a se comprometerem a não demitir nenhum funcionário pelos próximos dois meses, pelo menos. Até o momento, 3.303 empresas aderiram ao movimento.

Relocrew 

Quem já perdeu o emprego por conta da pandemia pode contar com a ajuda da empresa. A proposta da plataforma é conectar pessoas que foram demitidas recentemente com empresas que estão precisando de colaboradores por meio de recomendações.


+INOVAÇÕES

Estudos mostram como a inovação disruptiva traz eficiência para os mercados
Inovação é o principal fator de valorização das marcas no Brasil, aponta estudo
Exclusivo: Ultragaz, inovação após os 80 anos
Qual é a relação entre cultura e inovação?