Conhecendo melhor o empreendedorismo rural
Eficiência

Conhecendo melhor o empreendedorismo rural

Com o progresso tecnológico, o empreendedorismo rural otimiza técnicas e ainda potencializa as produções com menores riscos de perdas

POR Redação Whow! | 24/09/2021 17h41 Conhecendo melhor o empreendedorismo rural

Ele é pop, ele é tech, ele é tudo: isso mesmo, estamos falando sobre o empreendedorismo rural. Um dos setores mais importantes do nosso país, o agro movimenta milhões por ano. Se você quer conhecer um pouco melhor sobre como empreender neste setor, continue a leitura.

Segundo o Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), o setor rural representa a atividade principal de mais da metade dos municípios brasileiros. Portanto,  esse segmento tem impacto constante em nossas vidas.

Com a modernização, muita coisa no setor rural mudou. Nesse sentido, com o progresso tecnológico, o empreendedorismo rural passa a ser uma oportunidade para otimizar técnicas, diminuir os danos ao meio ambiente e ainda potencializar as produções com menores riscos de perdas.

O que é empreendedorismo rural?

De maneira resumida, o empreendedorismo rural é a capacidade de identificar oportunidades relacionadas ao segmento rural e transformá-las em soluções que beneficiem a sociedade em geral.

Conhecido também como agronegócio, esse segmento pode oferecer serviços, prestar consultoria, vender produtos, e criar softwares voltados ao auxílio na lavoura.

Segundo o SEBRAE, desde 2018, os profissionais informais que atuam nesse setor já puderam começar a se formalizar como Microempreendedor Individual. Portanto, as áreas que são contempladas são as seguintes:

  • comércio ou prestação de serviços;
  • atividades relacionadas à pesca;
  • aquicultura;
  • avicultura;
  • cunicultura;
  • indústrias;
  • apicultura;
  • produção agrícola, animal ou extrativa vegetal.

Nesse sentido, isso se deu pelo projeto Crescer Sem Medo, que incentiva o empreendedorismo rural para pequenos empresários. Essa mudança passou a permitir que os produtores rurais fossem incluídos no MEI. De acordo com o SEBRAE, essa inclusão permitiu que pelo menos 17 milhões de trabalhadores rurais, que antes viviam na informalidade, passassem a ter os seguintes direitos:

  • criação de Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ);
  • emissão de notas fiscais;
  • facilidades com abertura de contas bancárias e obtenção de créditos;
  • viabilização de participação em licitações públicas;
  • obtenção de benefícios gerais de trabalhadores, como auxílio doença, aposentadoria e salário-maternidade;
  • maior facilidade para obter financiamentos agrícolas;
  • redução do número de impostos com o Simples Nacional.

O cenário do empreendedorismo rural no Brasil

Acima de tudo, para muitos agricultores, a logística da safra é o maior desafio. Isso porque muitas ferrovias não saem do papel, portos continuam custosos e sem agilidade, hidrovias estão sem avanços e rodovias continuam esburacadas, perigosas e sem cuidados.

Segundo o Banco Mundial, o Brasil está em 65º lugar no ranking de logística do mundo. 

Nesse sentido, conforme apresenta o portal Cenário Agro, o que mais chateia os agricultores brasileiros é a falta de consideração. Seja do governo ou da população em geral, ainda há muito descaso com esses produtores. Além disso, outro ponto que gera insegurança entre os produtores rurais é que, a cada ano que passa, o clima apresenta maior instabilidade. 

Particularidades e desafios do empreendedorismo rural

Se no setor empresarial a criação de novas empresas é algo complexo, no empreendedorismo rural os problemas são ainda maiores.

Uma das particularidades mais marcantes do setor agro é a grande distância entre os principais mercados e a baixa densidade populacional.  Nesse contexto, essa dinâmica impede, por vezes, que esses empresários alcancem grandes resultados.

Isso porque a distância impõe um custo elevado de deslocamento e a população escassa dificulta o desenvolvimento do setor. Sob esse ponto de vista, essa composição socioeconômica das áreas rurais acaba afetando a produção agro, diminuindo a diversificação das atividades do segmento, o que pode gerar menos inovação no setor.

O empreendedorismo rural tem características únicas e, por isso, é importante saber aproveitar as oportunidades que esse segmento apresenta. Afinal, é das dores do mercado que surgem as grandes oportunidades de negócio, principalmente para quem busca inovar.  Entre as atividades que o setor oferece, estão:

  • agrícola;
  • cultural;
  • recreativa.
  • turística;
  • gastronômica;
  • e até folclórica.

Oportunidades no empreendedorismo rural

Em síntese, para facilitar a compreensão, separamos aqui as 4 oportunidades em um dos setores que mais cresce na economia brasileira, o empreendedorismo rural. Confira:

1 – Agricultura familiar

Em suma, desde 2019, a definição de agricultura familiar passou a ser uma possibilidade de empreendedorismo para aqueles que possuem um imóvel rural. Ou seja, não existe mais a necessidade da propriedade estar presente num território rural.

É considerado um imóvel rural aquele que é utilizado para a atividade agroindustrial, pecuária ou agrícola. Assim, os produtores que se encaixam nessas categorias passaram a ter os benefícios que citamos anteriormente, como por exemplo linhas de créditos e auxílios.

2 – Venda de produtos de origem rural

O empreendedor rural pode determinar suas atividades voltadas para a venda de produtos de origem rural. Podem ser vegetais que venham da sua plantação, produtos alimentícios que passam por alguma elaboração, como o leite por exemplo, ou até mesmo na elaboração da cooperativa formada por diversos produtores.

Por isso, desenvolver estratégias de comercialização de produtos é a melhor maneira de tornar o empreendedorismo rural mais rentável.

3 – Atividades de criação de animais

É preciso compreender, antes de tudo, que um criador de animais não precisa necessariamente de um grande investimento e nem ter muitos animais. Logo, o produtor rural focado nesse segmento, pode sim ter poucas cabeças.

4 – Venda de maquinário

Outra área que tem ganhado muita força no setor é a venda de maquinários voltados à melhoria na produção agropecuária.

Portanto, trabalhar nesse campo pode ser bastante lucrativo para quem quer aumentar sua renda e conquistar mais espaço no mercado.

Dessa forma, se torna evidente que o empreendedorismo rural tem um papel determinante para a geração de novos empregos no Brasil. Nesse sentido, rende uma riqueza para a sociedade e ajuda a combater as principais questões que geram crise econômica.

Se você quer saber mais oportunidades do mercado, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba conteúdos gratuitos diariamente.