Conheça as startups que atendem o público 60+ - WHOW
Eficiência

Conheça as startups que atendem o público 60+

As pessoas com mais de seis décadas de vida representam hoje 15% da população brasileira e esse número deve triplicar até 2050

POR Adriana Fonseca | 16/12/2019 10h00 Conheça as startups que atendem o público 60+ Foto Matthew Bennett (Unsplash)

A cada ano que passa estamos vivendo mais. Hoje, as pessoas com mais de 60 anos representam 15% da população brasileira. Isso significa 30,2 milhões de pessoas–mais do que a população do Chile e do Uruguai juntas. São pessoas que respondem por 20% do consumo no Brasil, segundo informações da consultoria Hype60+. 

A tendência é que esse público consumidor aumente nos próximos anos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população com mais de 60 anos deve triplicar até 2050. É um nicho a se olhar com atenção, porque traz oportunidades para startups. 

Hoje, ainda de acordo com a Hype60+, mais de 85% do público sênior tem vida ativa, controlando as próprias finanças e tomando decisões na hora da compra. “O que hoje podemos considerar um nicho de mercado, em menos de 10 anos deverá ser considerado o mercado”, enfatiza a consultoria. 

Algumas startups atentas a esse público consumidor oferecem serviços específicos para essa faixa etária. Conheça 13 negócios brasileiros:

Aura 60+

Oferece soluções cosméticas e nutricionais para o público 60+. A empresa foi fundada por empreendedores dessa faixa etária e se diz “a primeira marca criada por pessoas maduras para pessoas maduras”. 

público Foto João Jesus (Pexels)

EloSenior

A empresa oferece atendimento domiciliar ao idoso. A equipe conta com profissionais especializados na área das saúde. Periodicamente, a empresa envia ao médico e equipe multidisciplinar relatórios digitais com avaliação, reavaliação e evolução do paciente.

Eu Vô

Trata-se de uma plataforma digital de transporte para pessoas com mobilidade reduzida, proporcionando liberdade e autonomia no dia a dia. Com motoristas treinados pela própria startup, a empresa oferece uma experiência porta a porta que pode incluir serviço de acompanhamento. 

A ideia de criar o negócio surgiu quando a mãe dos irmãos fundadores Gabriel e Victória Barboza, desenvolveu um problema de saúde que comprometeu sua liberdade de ir e vir. 

FisioCloud

A healthtech usa Internet das Coisas (IoT) para o tratamento de reabilitação de pacientes com mais de 60 anos de idade. O uso de sensores inteligentes apresenta dados de forma clara e amigável e esses dados ficam armazenados na nuvem para que possam ser acessados instantaneamente de qualquer lugar. 

Helpmy

A startup conecta cuidadores de idosos a pessoas que precisam desse serviço. Por enquanto, a empresa atua em São Paulo e Belo Horizonte. 

ISGame

A International School of Game, localizada em São Paulo, é uma escola que deseja levar ao alcance das pessoas o mundo do desenvolvimento de games. Fundada em 2014, oferece cursos para todas as idades e tem alguns voltados especificamente para o público com mais de 50 anos.  

público Foto Paul Theodor (Pexels)

Maturijobs

A plataforma de empregos conecta profissionais experientes a empresas interessadas em contratar pessoas com mais de 50 anos. A startup também oferece serviços de desenvolvimento pessoal, capacitação profissional, empreendedorismo e networking, com o objetivo de conectar pessoas maduras e experientes em busca de atividade e ocupação entre si e com empresas.

RenovationMed

A startup fornece soluções para o uso correto de medicamentos, com enfoque especial para pacientes que fazem uso contínuo de medicações, como as pessoas idosas. O alarme vai por WhatsApp, e o paciente–ou seu cuidador–recebe a mensagem nos horários que a medicação deve ser tomada, com base nas informações cadastradas na plataforma.  

Senescentis

A assessoria técnica em longevidade fundada em 2016 tem como missão promover a longevidade e a qualidade de vida das pessoas por meio da oferta de soluções criativas e serviços especializados no campo da gerontologia social. 

SeniorGeek

A proposta da empresa é ajudar as pessoas com mais de 60 anos a desenvolver habilidades no mundo digital de forma simples e divertida através de cursos, workshops e bate-papos.

TechBalance

A startup combina tecnologia e ciência para melhoria da qualidade de vida do perfil 60+ e pacientes vulneráveis à queda. Através de um tratamento de equilíbrio postural e da marcha, a empresa se propõe a prevenir quedas. 

Isso é feito por meio de um celular fixado sobre o centro de massa corporal do paciente, a partir do qual são captados dados de movimentos para medida inercial da oscilação corporal em posturas estáticas e dinâmicas. Para uso hospitalar, os dados coletados durante a triagem geram uma nota de classificação de risco de queda que auxiliam o profissional de saúde na elaboração de um plano de tratamento e no encaminhamento clínico do paciente.

Vívida

Fundada em junho de 2019, a plataforma aproxima os idosos dos jovens. Pessoas entre 18 e 30 anos se cadastram para oferecer seus serviços aos mais velhos. Pode ser um tempo para compartilhar um hobby, dar um passeio, acompanhar ao médico, conversar, ajudar com questões tecnológicas ou fazer uma interação musical. 

Os clientes, que são os idosos, contratam um plano na plataforma para utilizar os serviços e a startup fica com um percentual desse valor.

Vovós conectados

A empresa de São Paulo oferece cursos de atualização tecnológica para pessoas mais seniores.

Ouça uma discussão com três especialistas do mercado 60+ brasileiro em Consumidor Moderno



+INOVAÇÕES

Os melhores locais de trabalho para os inovadores
O cliente não está mais no centro de tudo. E quem está no lugar dele?
Bactéria com DNA 100% sintético pode impulsionar novos tratamentos médicos

Conheça as principais barreiras para inovação na área de marketing
Veja os países mais inovadores do mundo