Conheça as startups mais bem financiadas da Ásia e do Pacífico - WHOW
Eficiência

Conheça as startups mais bem financiadas da Ásia e do Pacífico

Lista da plataforma CB Insights traz 18 startups que receberam mais de US$ 1 milhão em aportes. Confira a lista completa 

POR Adriana Fonseca | 28/07/2020 14h56

Em 2019, os investidores aportaram mais de US$ 110 bilhões em startups localizadas na região da Ásia-Pacífico, que vai da China à Nova Zelândia. Esse valor inclui grandes aportes, como o feito na empresa de pagamentos Ant Financial Services Group, da China, no unicórnio que atua no setor logístico Gojek, da Indonésia, e na fintech Airwallex, da Austrália.

Um levantamento feito pela plataforma CB Insights mostrou quais são as startups da região que mais receberam aportes de fundos de venture capital. Juntas, elas somam investimentos de US$ 43 bilhões. 

O levantamento traz apenas empresas de capital fechado que levantaram, pelo menos, US$ 1 milhão em investimento desde sua fundação e até o momento. São elas:

Empresa: Ant Financial Services Group
País: China
Aportes: US$ 19 bilhões
Fundação: 2014
O que faz: É um provedor de serviços de pagamento on-line que permite que indivíduos e empresas executem pagamentos on-line de maneira segura.

Empresa: Grab
País: Cingapura
Aportes: US$ 8,9 bilhões
Fundação: 2012
O que faz: É um super aplicativo que fornece serviços de transporte, logística e financeiro.

Empresa: One97 Communications
País: Índia
Aportes: US$ 4,7 bilhões
Fundação: 2000
O que faz: Fornece serviços de comércio e conteúdo mobile para seus clientes.

Empresa: Gojek
País: Indonésia
Aportes: US$ 4,6 bilhões
Fundação: 2010
O que faz: É um super aplicativo que fornece uma variedade de serviços, desde pagamentos e entrega de alimentos até transporte e logística.

Empresa: Coupang
País: Coreia do Sul
Aportes: US$ 3,8 bilhões
Fundação: 2010
O que faz: Plataforma de comércio eletrônico com tecnologia e operações inovadoras.

Empresa: Klook
País: Hong Kong
Aportes: US$ 521 milhões
Fundação: 2014
O que faz: É uma plataforma de reservas de atividades e serviços de viagens.

Empresa: Airwallex
País: Austrália
Aportes: US$ 362 milhões
Fundação: 2015
O que faz: Plataforma de serviços financeiros comprometida com a construção de infraestrutura financeira global para dimensionar a economia digital.

Empresa: iflix
País: Malásia
Aportes: US$ 348 milhões
Fundação: 2014
O que faz: É um serviço de entretenimento online para mercados emergentes.

Empresa: ProLogium Technology
País: Taiwan
Aportes: US$ 346 milhões
Fundação: 2006
O que faz: Fabricante de células de bateria de lítio, é a primeira bateria de lítio de estado sólido ultrafina, flexível e de alta capacidade

Empresa: Paidy
País: Japão
Aportes: US$ 213 milhões
Fundação: 2008
O que faz: Plataforma que permite aos consumidores comprar on-line sem cartão de crédito ou pré-registro.

Empresa: MoMo
País: Vietnã
Aportes: US$ 134 milhões
Fundação: 2013
O que faz: É um aplicativo de carteira digital e pagamentos que permite aos usuários pagar on-line e transferir dinheiro entre si digitalmente.

Empresa: aCommerce
País: Tailândia
Aportes: US$ 111 milhões
Fundação: 2013
O que faz: É um facilitador de comércio eletrônico que fornece soluções completas para marcas.

Empresa: Soul Machines
País: Nova Zelândia
Aportes: US$ 50 milhões
Fundação: 2016
O que faz: Projeta avatares inteligentes e emocionalmente sensíveis que mudam a maneira como as pessoas interagem com as máquinas.

Empresa: Zameen
País: Paquistão
Aportes: US$ 31 milhões
Fundação: 2006
O que faz: É um software específico do Paquistão para auxiliar indivíduos na navegação no mercado imobiliário.

Empresa: First Circle
País: Filipinas
Aportes: US$ 29 milhões
Fundação: 2015
O que faz: O First Circle existe para melhorar o curso das oportunidades para as pequenas e médias empresas no Sudeste Asiático.

Empresa: Shohoz
País: Bangladesh
Aportes: US$ 15 milhões
Fundação: 2013
O que faz: É uma prestadora de serviços de viagens on-line premium que visa tornar as viagens de longa distância em Bangladesh fáceis e convenientes.

Empresa: Oway
País: Myanmar
Aportes: US$ 5 milhões
Fundação: 2012
O que faz: Agência de viagens online que mais cresce em Myanmar.

Empresa: oDoc
País: Sri Lanka
Aportes: US$ 1,1 milhão
Fundação: 2016
O que faz: É um aplicativo de telemedicina B2B

Entre as empresas listadas, seis são consideradas unicórnios, e valem mais de US$ 1 bilhão: One97 Communications (US$ 16 bilhões), Grab (US $14,3 bilhões), Gojek (US$ 10 bilhões), Coupang (US$ 9 bilhões), Airwallex (US$ 1,8 bilhões) e Klook (US$ 1 bilhão).

Aqui, uma ressalva: a Ant Financial está avaliada em US$ 150 bilhões, mas ela é uma afiliada da gigante de tecnologia chinesa Alibaba, e por isso não entra na definição de unicórnio.

investimentos


+INVESTIMENTOS

10 aportes e 4 aquisições em maio no Brasil
9 aportes e 7 aquisições em abril no Brasil
 13 aportes e 2 aquisições em março no Brasil
20 startups brasileiras receberam investimentos em fevereiro; 5 aquisições