Eficiência

Conheça as empresas mais inovadoras campeãs do Prêmio Whow! de Inovação 2020

As empresas mais inovadoras do Brasil foram anunciadas no pré-evento do Whow! Festival de Inovação. Confira os vencedores por segmento

POR Eric Visintainer | 09/11/2020 21h53 Arte: Grupo Padrão Arte: Grupo Padrão

Pela primeira vez na sua história, o Whow! Festival de Inovação, que em 2020 comemora quatro anos, deu a largada na sua experiência digital. E o grande anúncio da noite foi o Prêmio Whow! de Inovação 2020, que, anualmente seleciona as 100 empresas mais inovadoras e que pensam fora da caixa do Brasil em diferentes setores. A condução do pré-evento foi realizada pela mestre de cerimônia e comunicadora Regina Bittar, conhecida por ter sido a primeira voz do Google tradutor e a primeira voz da Siri no Brasil.

O anúncio da premiação foi repleta de insights, ideias e estratégias, com foco na produção de inovação consistente capaz de adicionar real valor aos negócios. Confira as tabelas completas com o Top 100 e todas as vencedoras por categorias, na sequência, bem como o vídeo completo da desta premiação ao final do texto.

Líderes em inovação no Brasil

Executivos de algumas das empresas de maior destaque no Prêmio Whow! de Inovação 2020 também deixaram os seus depoimentos ao longo da noite, e mais detalhes sobre os desafios e resultados ao inovarem nas corporações.

Patrícia Carvalho, líder do Projeto Florada do Grupo 3corações, destacou que a iniciativa já conta com mais de 1.500 cafeicultoras impactadas de alguma forma. “A inovação ou você tem ou não tem no seu DNA. Isso envolve responsabilidade e nasceu com a empresa em 1959. E a 3 Coração age com ousadia”, contou. Saiba mais sobre este e todos os outros cases vencedores aqui.

Já Ebru Semizer, gerente Sênior de Marketing da Mercedes-Benz do Brasil, comentou o que levou um novo modelo de caminhão a empresa ao topo do Prêmio Whow! de Inovação 2020: “Os nossos caminhões se destacam muito na construção civil, com baixo custo operacional e consumo de combustível. O novo Actros tem um sistema que substitui os retrovisores por câmeras digitais, o primeiro no Brasil, tem um sistema que identifica pedestres, um assistente de ponto-cego e de fadiga. Estamos muito gratos por sermos reconhecidos.”

A premiação ainda contou com a divulgação de uma novidade para o consumidor que busca proteína animal à base de plantas. José Cirilo, diretor de Marketing da Seara disse que neste Natal os brasileiros vão encontrar um bacalhau 100% vegetal para as festas de fim de ano “Focamos em inovação, qualidade e sabor. E com o foco no consumidor, temos uma das maiores áreas de pesquisa de mercado no País”, detalhou.

O vice-presidente de Marketing e Transformação Digital da Tecnisa, Romeo Busarello, comentou que por conta da pandemia fomos projetados para 2030, sem paraquedas, que todos alcançaram uma alma digital. Porém, ele descreve um lema da empresa que guia a estratégia corporativa: “Quem não pensa o futuro, trabalha o presente, usando ferramentas do passado. Quer salvar o mês, feche um contrato; se quiser salvar o ano, corte custos; mas se quiser salvar a década, invista em inovação”

Para Cássia Monteiro, head de Pessoas e Comunicação do Bynd, os algoritmos, na startup, são apenas o pano fundo para gerar qualidade de vida para as pessoas. “O nosso case com o Bradesco era para as pessoas chegaram de forma segura e proporcionar a integração, através da carona. Por meio do nosso aplicativo conseguimos melhorar indicadores internos de clima e cultura”, disse.

Primeiro servir para depois vender, assim Pablo Satyro, diretor de Marketing e E-commerce da Telhanorte apontou o case vencedor da empresa no Prêmio Whow! de Inovação 2020. “A Dica Expressa foi inicialmente reconhecido pelos clientes, com conteúdos na jornada, ajudando a como comprar e como instalar”, comentou. E no mesmo movimento a Hapvida, focou em atender cada vez melhor o seu cliente “Durante a pandemia só a empresas realmente inovadoras fizeram a diferença”, descreveu Gustavo Barros, vice-presidente de Assuntos Estratégicos da empresa.

O desenvolvimento do Prêmio Whow! de Inovação 2020

Ao processo completo que levou sete meses, começou com Centro de Inteligência Padrão (CIP) realizando um intenso desk research, com 3.000 empresas selecionadas e os respectivos cases que obtiveram alguma repercussão de inovação indexados pelas ferramentas de busca, por fóruns, sites e plataformas espalhados pela Internet no Brasil, anteriores a maio de 2020.

Depois, foi a vez da abertura da premiação para a inscrição dos cases pelas próprias empresas interessadas. A partir daí, o CIP afunilou a corrida para um seleto grupo de 250 empresas que foram minuciosamente analisadas em três critérios essenciais: Relevância da Inovação, Projeção de Futuro e Valor Adicionado, no crivo de 16 especialistas (Ana Teixeira, Caio Bianchi, Charles Beck Varani, Daniel Domeneghetti, Eduardo Ibrahim, Eduardo Rigotto, Felipe Mendes, Graziela di Giorgi, Leo Tristão, Maria Luiza Tavares, Marí­lia Lobo, Mario Rosa, Martha Terenzzo, Patricia Cotton, Paulo Emediato e Peter Cabral) que deram as suas notas.

Ao final, a Hyper Island, uma das mais importantes instituições de educação executiva do mundo, com foco em inovação, deu a palavra final.

 100 empresas mais inovadoras no Brasil

pastedGraphic.png

pastedGraphic_1.png

pastedGraphic_2.png
Fonte: Centro de Inteligência Padrão (CIP)

Empresas vencedoras por segmento