Como ser imortal nos negócios, segundo Facundo Guerra - WHOW

Pessoas

Como ser imortal nos negócios, segundo Facundo Guerra

Criar a narrativa certa sobre a empresa é chave para se diferenciar no mercado e marcar a vida das pessoas

POR João Ortega | 15/07/2021 19h59

A mortalidade dos negócios é a maior ameaça de todo empreendedor. Dados do IBGE revelam que, no Brasil, uma em cada cinco empresas fecha ainda no primeiro ano de vida. Apenas 25% dos negócios completam uma década de operação. Vale ressaltar que o levantamento foi realizado em 2018 e, portanto, não leva em conta a crise gerada pela pandemia, que fez uma em cada quatro PMEs fechar as portas. Surge, então, a questão: como ser imortal nos negócios?

Este foi o tema do episódio #2 do podcast Whow! Vida Loka, que teve como convidado o empreendedor serial Facundo Guerra. O argentino, que já fundou vinte empreendimentos na cidade de São Paulo, compara a busca pela imortalidade nos negócios com a arte: o que faz o artista transcender a vida física é o impacto que as suas obras causam nas pessoas.

https://www.youtube.com/watch?v=nevODxPEng0

“Imortalidade é marcar a vida das pessoas”, diz Facundo Guerra, cujo primeiro negócio de sucesso foi o Vegas, boate que marcou época na noite paulistana. “Não me orgulho pela grana que eu fiz com o Vegas. Eu me orgulho de saber que dez bebês nasceram por causa de encontros que aconteceram naquela pista. Eu marquei a memória e a vida das pessoas através daquilo que eu faço”, diz.

Como criar um produto ou serviço que impacte de forma significativa os consumidores? Segundo o empreendedor, o segredo está em fugir das “commodities” e mudar a narrativa em torno da sua marca. Do contrário, as pequenas empresas não têm como competir com as grandes corporações.

Por meio de conteúdo de qualidade, o empreendedor pode mostrar ao público que aquilo que sua empresa entrega vai além de seu valor fisiológico e óbvio. Facundo Guerra traz como elemento a Pirâmide de Maslow (abaixo): para subir ao topo da pirâmide, é preciso criar uma narrativa sobre o produto ou serviço que o apresente como instrumento para realização pessoal.

Piramida Maslow Portal
No caso do empreendedor argentino, trata-se de mostrar que alguém não vai a um bar ou a uma boate apenas para tomar drinques, mas sim para se conectar com outras pessoas e se conhecer melhor. Essa conexão gera um valor intangível para o negócio, que transcende o seu tempo de existência. Mesmo se o estabelecimento fechar amanhã, o impacto que ele deixou na vida dos clientes é imortal.

“Ser imortal não é apenas ser resiliente ou ter um negócio bem sucedido. Ser imortal é impactar outras vidas e criar memórias”, resume Facundo Guerra.

Ser imortal começa no planejamento

A busca pela imortalidade nos negócios começa por muito estudo de mercado, construção de marca e planejamento. Do contrário, é impossível desenvolver uma empresa que impacta a vida das pessoas se ela não se sustentar financeiramente.

“Eu planejo um negócio dois anos antes de montar. Se você não tem planejamento, precisa ter muito dinheiro. Se não tem dinheiro, precisa de muito planejamento. No mundo ideal, as duas coisas andam juntas”, diz Facundo Guerra. Mesmo com toda a “lição de casa” feita, ainda não há garantias de que a empresa vai se sustentar. “O empreendedor tem que aprender, desde o começo, que terá sucesso em alguns momentos e que o sucesso é sucedido pelo fracasso. E o fracasso não é o fim da sua carreira”.

Para ajudar os empreendedores a planejar projetos e novos negócios, separamos três conteúdos relevantes: