Como o setor imobiliário e a tecnologia podem impulsionar a recuperação econômica do Brasil  - WHOW

Whow

Como o setor imobiliário e a tecnologia podem impulsionar a recuperação econômica do Brasil 

O ano de 2021 continua trazendo muitos desafios em termos de estabilidade econômica. O setor imobiliário, incluindo residencial, hospitalidade e industrial, possui um posicionamento estratégico na economia como um todo. Saiba mais sobre o tema aqui

POR Redação Whow! | 04/06/2021 08h44

*Por: Nico Barawid, CEO e Co-Fundador da Casai

A pandemia de COVID-19 impactou diretamente a economia latino-americana, incluindo a brasileira: com uma taxa de desocupação de 14,4% no primeiro trimestre de 2021, o país está atualmente com 14,4 milhões de pessoas desempregadas. Apesar de todos os desafios econômicos que o país enfrenta, a projeção é de um crescimento de 3,7% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2021, segundo a OCDE.

Muito desta recuperação gradual da economia brasileira se deve ao crescimento do setor imobiliário e de construção civil, principalmente com o surgimento de proptechs e construtechs que trazem inovação para uma indústria tão tradicional. 

O papel do setor imobiliário em um futuro próximo

O setor imobiliário, incluindo residencial, hospitalidade e industrial, possui um posicionamento estratégico na economia como um todo. Esta é a indústria responsável por proporcionar espaços físicos que atendam a uma série de necessidades residenciais e profissionais. O setor atua como a base fundadora das cidades em um futuro próximo, no qual a combinação entre segurança e sustentabilidade levará à criação de espaços inteligentes.

Desde 2017, o Brasil viu um crescimento acelerado no número de startups no setor imobiliário e de construção. Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o setor de construção sozinho cresceu 1,2% no primeiro trimestre de 2021, superando a alta do PIB nacional. A sobrevivência e o crescimento do setor são essenciais para a recuperação econômica do país. Muito desta alta se deve à incorporação de novas tecnologias e das soluções inovadoras propostas pelas proptechs e construtechs.

A digitalização das nossas vidas

Algumas soluções tecnológicas permitem que o setor imobiliário ofereça espaços mais agradáveis e seguros, aprimorando a qualidade de vida das pessoas. Tais soluções incluem visitas virtuais ao imóvel, uso de dispositivos habilitados com tecnologia smart home e modelos de processamento da linguagem natural (NLP), o que leva a desenvolver produtos melhores e otimizar os processos operacionais no mercado. Por exemplo, medidas de distanciamento social aumentaram o uso de dispositivos inteligentes como uma forma de reduzir o contato físico. De acordo com um relatório da IDC, a projeção é que a procura por produtos smart home cresça em 21% no Brasil na comparação com o ano anterior. A expectativa é de um crescimento de 30% nos próximos anos. 

Entre os produtos mais buscados pelos consumidores brasileiros estão smart speakers, como o Google Home. Ao adotar este tipo de tecnologia e muitas outras, como smart locks, em seus apartamentos, a Casai oferece experiências autênticas e mais seguras aos hóspedes, o que ajudou a manter sua taxa de ocupação em torno de 90% em São Paulo.

Este é apenas um exemplo de como a adoção de soluções digitais tem sido um fator cada vez mais importante para as famílias brasileiras. Ao digitalizar a indústria imobiliária como um todo, o Brasil está abrindo suas portas para novas oportunidades de investimento e impulsionando a criação de novos postos de trabalho em diferentes mercados, do desenvolvimento de softwares ao atendimento ao cliente passando pelos corretores de imóveis.

O ano de 2021 continua trazendo muitos desafios em termos de estabilidade econômica, mas este momento também representa um período de inovação que irá definir as bases de cidades mais seguras e mais inteligentes e de espaços que tenham um foco maior na sustentabilidade cultural e no desenvolvimento local. É inegável que a tecnologia e o setor imobiliário têm potencial para trazer uma série de inovações e soluções para transformar o modo como as pessoas vivem e exploram as próprias cidades em um futuro não tão distante assim.