Como manter os talentos na sua empresa? Veja 6 dicas úteis - WHOW

Pessoas

Como manter os talentos na sua empresa? Veja 6 dicas úteis

Rotatividade de profissionais está em alta no mundo inteiro, mas há formas de incentivar os talentos a continuarem em sua empresa

POR Marcelo Almeida | 16/11/2021 17h08

Nos Estados Unidos, é um fato cada vez mais recorrente o número de funcionários que deixam as empresas em busca de melhores oportunidades. Segundo especialistas do Boston Consulting Group (BCG), em algumas categorias de emprego existe uma taxa de atrito (percentual de funcionários que deixam a empresa no período de um mês) de até 30%.

Já algumas fábricas ouvidas pela mesma publicação afirmaram que chegaram a ter um turnover (taxa de rotatividade dos funcionários) de mais de 100% em pouco mais de um ano e meio, ou seja, nesse período todos os funcionários iniciais saíram da empresa e foram substituídos por outros, e dentre esses novos ocorreram ainda mais demissões e saídas.

Nos segmentos de tecnologia e ciência de dados, no entanto, empresas afirmam que, no fim das contas, sempre ficam algumas mesas vazias apesar dos seus esforços para reter bons funcionários. Isso confirma uma tendência já apontada em outra pesquisa do BCG: 57% dos entrevistados ao redor do mundo que trabalham em serviços que exigem qualificação pretendem mudar de emprego no próximo ano.

Realidade brasileira

No Brasil, a situação é diferente porque as altas taxas de desemprego dos últimos anos não têm dado a muitas pessoas o luxo de ficar pulando de empregos. No trimestre encerrado em maio, o desemprego ficou em 14,6%, de acordo com dados do IBGE. De acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, houve uma alta significativa de 1,7 ponto percentual na comparação em relação ao mesmo período de 2020, quando a taxa era de 12,9%.

Ainda assim, no entanto, a rotatividade é alta em algumas categorias e entre profissionais mais qualificados, sobretudo em áreas onde existem enormes gargalos, como no setor de Tecnologia da Informação.

Como reduzir a rotatividade

De qualquer forma, não importa qual seja o setor em que você atua, seu objetivo deve ser a retenção dos profissionais que são importantes para você.

Especialistas do BCG sugerem, em artigo para a Harvard Business Review, que a melhor forma de alcançar isso é tornando a sua empresa um lugar mais atrativo para trabalhar. Veja 6 dicas:

1- Busque lealdade – Uma forma de garantir que seus colaboradores terão um sentimento de apreciação pelo que você proporcionou a eles é ajudar a pagar cursos de formação, oferecer bônus para boa performance e oferecer auxílios para ajudá-los a montar um bom home office.

2- Ofereça oportunidades para crescimento – Reunir-se com um funcionário que avisou que irá deixar a empresa para tentar motivá-lo a mudar de opinião, oferecendo maiores benefícios e perguntando o que faria com que eles continuassem na empresa, são atitudes que se mostram bastante eficazes em geral. Oferecer uma oportunidade de ele conquista um outro cargo ou ter algum tipo de promoção, por exemplo, pode ser o suficiente para que eles decidam permanecer.

3- Tente elevar o senso de propósito – Pesquisas apontam que, em momentos de incerteza, acreditar no que a empresa faz e está buscando alcançar é extremamente importante. Transmitir isso para seus profissionais, de forma que eles não sintam uma sensação de falta de um real propósito no trabalho cotidiano, é essencial para melhorar a retenção.

4- Priorize cultura e conexões – Busque se relacionar com as pessoas de forma genuína. A existência de relacionamentos de amizade entre os funcionários para além do mero trabalho é algo bastante valorizado pelos profissionais nas mais diferentes profissões.

5- Invista em tomar conta não apenas dos seus funcionários, mas de suas famílias – Ajudar pais com crianças pequenas com auxílios pode ser um grande incentivo para que eles permaneçam na empresa.

6- Seja mais flexível – O futuro do trabalho aponta uma maior necessidade de flexibilidade, e isso inclui local, descrição da função e carreiras em geral. Invista nisso e busque pessoas que não sejam exatamente o que você procura, mas que demonstram pelo menos 75% de enquadramento no que você procura e vontade de trabalhar.