WHOW

Como empreender com bem-estar no ambiente digital

healthy young asian runner woman warm up body stretching before exercise yoga

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Com mais tempo em casa e muitas atividades rotineiras paralisadas, os cuidados com o corpo, bem-estar, estética e saúde mental cresceram na pandemia. Engana-se, porém, quem pensa que esta tendência seja nova. Segundo estudo da Global Wellness Institute (GWI), entidade que monitora o bem-estar no mundo, no ano de 2019 este mercado movimentou mais de US$ 4,5 trilhões. A consultoria McKinsey estima que o segmento deva crescer entre 5% e 10% ao ano.

Este mercado engloba serviços e produtos voltados para o autocuidado, alimentação saudável, tratamentos estéticos, exercícios físicos, além de terapias alternativas para cuidar da saúde mental. Segundo o Ranking Mundial de Consumo de HPPC (Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) da Abihpec com a Euromonitor, o Brasil é o quarto mercado em consumo de serviços e produtos atrelados a Saúde, Beleza e Bem-Estar, mostrando a força deste mercado para as pequenas e médias empresas.

Neste contexto, o empreendedorismo para o setor de saúde e bem-estar estava em um caminho crescente antes da pandemia. Agora, que mostra-se ainda mais promissor. E o grande aliado a esta aceleração está sendo o digital.

“Tem um campo muito grande para empreender em saúde. Na minha área, trabalho com atividade física, então, para atingir um maior número de pessoas, eu preciso fazer pelo digital. Dessa forma, tenho o mundo inteiro no bolso. Ao mostrar o que faço no meu dia a dia, levo a solução de algum problema que alguém certamente tem em relação a sua saúde”, relata Sérgio Bertoluci, treinador físico e comportamental, coach e empreendedor, em entrevista exclusiva a Whow!.

A partir da colaboração da inovação e da digitalização, estar presente no mercado de saúde e bem-estar se torna um negócio abrangente, pois se tem o auxílio das ferramentas tecnológicas para empreender e implementar. “É muito fácil vender saúde”, diz Sérgio Bertoluci. “Todo mundo precisa ter saúde para fazer alguma coisa. Acredito que as pessoas querem ter um corpo mais legal, mais condicionamento, viver mais, ter mais qualidade de vida, ter mais energia, mais disposição. O campo de saúde é muito grande. Saúde não é ausência de doença, saúde é muito mais. Saúde é qualidade de vida, é longevidade”, finaliza Sergio Bertoluci. E para saber mais sobre como cuidar da saúde do corpo e a dos negócios, veja tudo o que o professor de educação física fala no episodio #14 do Whow! Vida Loka Podcast:[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][/vc_column][vc_column width=”1/2″][vc_video link=”https://youtu.be/olsoVp9lW3k” align=”center”][/vc_column][vc_column width=”1/4″][/vc_column][/vc_row]

Sair da versão mobile