Como definir a razão social de uma empresa - WHOW

Eficiência

Como definir a razão social de uma empresa

A razão social de uma empresa é o nome de registro e vai aparecer em questões oficiais, como contratos e documentações

POR Redação Whow! | 26/08/2021 17h52

Se você tem um negócio próprio, provavelmente já ouviu falar da razão social de uma empresa, certo? Afinal de contas, é um item de identificação necessário na hora de abrir um negócio. Só que nem sempre o nome que a empresa é conhecida é a razão social. Ficou confuso? Então confira esse texto exclusivo que preparamos para você.

Aqui, você vai saber o que é a razão social, para que serve, quais as diferenças entre o nome fantasia e como definir o da sua empresa. Boa leitura!

O que é a razão social de uma empresa?

A razão social de uma empresa é o nome de registro que ela tem, oficializada pela Junta Comercial. Ou seja, é o nome da pessoa jurídica, e é ele que vai aparecer em questões oficiais, como contratos e documentações

Portanto, antes de dar o nome a sua empresa, é preciso verificar se já existe outra nomenclatura parecida no sistema. Isso é feito no Contrato Social, quando é oficializado a Razão Social da empresa.

Vale ressaltar que o termo Razão Social também pode ser chamado de Firma Empresarial, Nome Comercial ou Denominação Social. Ter uma Razão Social é garantido por lei através da Constituição Federal e do Código Civil Brasileiro.

No caso dos Microempreendedores Individuais, a Razão Social é o nome próprio do empreendedor mais o seu CPF. Já para Micro Empresas e Empresas de Pequeno Porte, a escolha da Razão Social é mais livre, mas sempre deve conter o nome do empreendedor.

Para as outras empresas, de maneira geral, é composto pelas seguintes partes:

  • Designação: o nome do negócio, escolhido pelos donos;
  • Ramo de atividade: o nome do negócio acompanha o principal ramo de atividade da empresa, como por exemplo “restaurante” ou “ateliê”;
  • Enquadramento: por último, a razão social também especifica o enquadramento oficial do negócio, como: S.A., Eireli, Ltda, etc.

Para que serve a razão social de uma empresa?

A principal função da Razão Social de uma empresa é nomear oficialmente e individualizar a pessoa jurídica, apontando qual é a constituição da empresa e a apresentando a sociedade. Em outras palavras, é como se fosse o nome oficial do seu negócio.

Digamos que você tenha um nome difícil e que não usa tanto na prática, provavelmente você utiliza um apelido, certo? O mesmo acontece com a sua empresa. O apelido dela seria o nome que todos conhecem, mas a Razão Social é o nome oficial.

Você não assina documentos oficiais com o seu apelido, né? Pois então, o mesmo ocorre na hora de assinar contratos do seu negócio.

Por isso, a razão deve ser exclusiva e única. Vale ressaltar que ela vale no país todo, já que o registro de novas empresas é cuidado por órgãos federais.

Diferenças entre razão social e nome fantasia

De maneira geral, a principal diferença entre o nome fantasia e a razão social é a finalidade. Enquanto a razão social é uma informação básica, o nome de registro da empresa que deve seguir algumas regras, o nome fantasia é algo praticamente opcional. São dois atributos da mesma empresa.

Portanto, o nome fantasia seria aquele “apelido” da sua empresa que mencionamos acima. Ou seja, o nome que você usa para divulgar o seu negócio.

Nesse caso, não existem regras específicas, escolha como achar melhor, podendo até ser igual ao da razão social. Mas como a principal função dele é que os clientes memorizem, geralmente ele é diferente.

Vale relembrar que o nome fantasia não é algo obrigatório, mas se for da vontade do empreendedor, ele deve fazer o registro no Instituto Nacional de Propriedade Industrial. O registro de nome fantasia impede que outras empresas utilizem o mesmo nome da sua marca..

Como definir a razão social de uma empresa

Na hora de definir a razão social de uma empresa, existem algumas dicas que podem auxiliar o empreendedor a escolher um bom nome, confira:

  • Primeiramente, o nome deve estar relacionado com a atividade que a sua empresa exerce;
  • Busque escolher um nome de fácil assimilação e compreensão pelo público;
  • Portanto, prefira nomes que sejam simples e não muito longos;
  • Se a sua razão social puder ser também o nome do nome fantasia da empresa, melhor;
  • Priorize nomes únicos e que não sejam parecidos com o de outras empresas;
  • Você pode colocar um termo ligado à área de atuação, como por exemplo: comércio, marketing, etc;
  • Por fim, é obrigatório que traga o tipo de constituição legal, como por exemplo Microempresa, Empresa de Pequeno Porte, Microempreendedor individual ou Sociedade Limitada.

Se você tiver condições, faça a escolha e o processo de registro com a ajuda de um profissional da área, como um contador, por exemplo. Assim, evita possíveis dores de cabeças futuras.

Outra dica é pesquisar previamente as ideias que você tiver de razão social em sites ou redes sociais, para compreender se existem outros negócios que já usam nomes similares.

Vale ressaltar que a razão social é um nome único, por isso, se já houver algum outro negócio registrado com o que você tinha pensado, você deverá buscar outro nome.

Portanto, busque formular uma lista de possíveis nomes que você acha interessante para o seu negócio.

Exemplos

Para esclarecer como funciona o processo de escolha da razão social da empresa, confira esses exemplos famosos que trouxemos:

  • Nome fantasia: Apple (no Brasil);
  • Razão Social: Apple Computer Sistemas de Computação, Indústria, Comércio, Representação, Exportação e Importação LTDA
  • Nome fantasia: Petrobrás;
  • Razão Social: Petróleo Brasileiro S.A.
  • Nome fantasia: Grupo Globo;
  • Razão Social: Globo Comunicação e Participações S.A.

Em suma, a razão social de uma empresa é o nome oficial que ela tem. Portanto, é obrigatório para todos os negócios formais brasileiros.

Antes de abrir o seu negócio próprio, busque utilizar nomes que representem bem a sua empresa e pesquise se já existem empresas com nomes similares ao seu.

Assine a nossa newsletter para mais conteúdos sobre o mundo empresarial.