Como calcular o giro de estoque do seu negócio - WHOW

Vendas

Como calcular o giro de estoque do seu negócio

O giro de estoque é uma estratégia de análise e o monitoramento sistemático de tudo que entra e sai das das prateleiras

POR Redação Whow! | 28/07/2021 14h48

Uma boa gestão de entrada e saída dos produtos do seu negócio pode gerar excelentes resultados, desde mais eficiência nas entregas até na redução de custos do fluxo de trabalho. Entre diversas estratégias que podem gerar isso, vamos destacar o incentivo ao giro de estoque.

Quer saber como esse conceito funciona? Qual sua importância? Como calculá-lo e dicas para controlar na sua empresa? Então continue a leitura e confira esse texto exclusivo que preparamos para você.

Afinal, o que é giro de estoque?

Como o nome já diz, o giro de estoque é uma estratégia voltada para a logística, que tem como intuito a análise e o monitoramento de maneira sistemática de tudo que entra e sai das das prateleiras, levando em conta:

  • tipo de produto;
  • prazos de entrega dos fornecedores, para compreender quando será o reabastecimento das matérias primas e produtos;
  • tempo de armazenagem;
  • volume de movimentação, entre outros.

De maneira geral, o cálculo é feito levando em conta o total de vendas realizadas, o volume de produtos armazenados e um período de tempo determinado.

A conta é feita através de ciclos variáveis, que são correspondentes às especificidades de cada negócio e da questão que está sendo analisada. Assim, é possível fazer a análise de maneira periódica, levando em conta os prazos que os gestores determinarem.

Importância e benefícios do giro de estoque

Primeiramente, vale ressaltar que é extremamente importante que os empreendedores saibam como estão os níveis do seu estoque, compreendendo quais são os itens que foram renovados, vendidos ou o que está empacado.

A partir dos resultados do cálculo de giro de estoque, o empreendedor consegue traçar estratégias de ação de vendas, evitar possíveis prejuízos, fazer previsão de reabastecimento e compreender um pouco mais sobre as demandas.

Para isso, é preciso compreender como funciona a rotatividade dos produtos, qual a velocidade que o inventário é renovado e quanto tempo demora para fazer o armazenamento de cada item. Nesse sentido, a análise de giro de estoque é um método importante para avaliar a gestão da empresa e como está o equilíbrio de vendas.

Até porque uma má administração de estoque gera diversos malefícios que, se continuarem por muito tempo, podem ocasionar até a falência do negócio.

Afinal de contas, o estoque parado por muito tempo na empresa significa perda de dinheiro com gastos desnecessários, como, por exemplo, limpeza, riscos de extravios, conservação, risco de quebras, armazenamento e perda de validade.

Tudo isso acaba gerando prejuízo para a organização, com impacto negativo no capital da empresa.

Como calcular o giro de estoque do seu negócio?

O cálculo de giro de estoque geralmente é realizado levando em consideração um período específico. Para isso, é essencial que o negócio tenha um controle rígido sobre o seu armazenamento.

Além disso, o giro de estoque é essencial ao equilíbrio no fluxo de produção da empresa. 

Para calcular, é muito simples. Basta que você divida a quantidade de unidades que foram vendidas em um determinado período, pelo volume de estoque médio. O período analisado pode ser aquele que melhor se encaixa nas demandas da empresa, mas vale ressaltar que geralmente a conta é feita por ano.

Outro ponto que essa análise permite é calcular como está o retorno sobre o valor investido. Ou seja, compreender se o valor que a empresa está demandando para suas compras está gerando o retorno esperado.

Aqui, a operação também é simples. Divida a margem gerada nas vendas pelo volume do estoque médio durante um período que você terá a análise sobre o valor investido.

O resultado dessas operações auxiliam os gestores a compreenderem quais são as melhores decisões para os seus negócios, como, por exemplo, quais produtos mais merecem investimento. Digamos que você tem uma loja de roupas e a margem da categoria “sapatos” é de R$100 mil e o valor médio do estoque é R$10 mil. Isso significa que você teve um retorno de 10 vezes o valor investido.

Mas se por outro lado, a margem da categoria “casaco” for de R$ 200 mil e o investimento em estoque foi de R$ 40 mil, o retorno é de apenas 5 vezes. Ou seja, pode ser mais vantajoso apostar na venda de sapatos na sua loja.

Dicas de controle de estoque para a sua empresa

Agora que você já tem um entendimento básico sobre como funciona o controle de giro de estoque na sua empresa e como calculá-lo, é preciso compreender como fazê-lo da maneira adequada.

O foco do empresário que está fazendo essa análise é evitar qualquer tipo de prejuízo, garantindo que a operação funcione perfeitamente. Para facilitar um pouco mais a compreensão desse conceito, separamos duas dicas, confira:

Faça a gestão do seu inventário

Não importa o nível de mercadoria armazenada no seu estoque, é necessário que você faça uma avaliação periódica para evitar possíveis problemas.

Por isso, o gerenciamento do inventário é essencial para que o gestor conheça melhor a rotatividade dos produtos que tem em estoque, compreendendo melhor a entrada e saída dos itens.

Tenha uma maior compreensão sobre suas vendas

Empresas que possuem o conceito de giro de estoque bem estabelecido são capazes de identificar melhor quais são os produtos com melhor índice de vendas. Em outras palavras, conseguem compreender quais produtos a empresa vendeu mais.

Mas, para isso, é preciso ter controle sobre todas as informações das operações e fazer o monitoramento delas.

Aumente a rotatividade

Ao adquirir mercadorias e matérias primas do seu fornecedor, é necessário fazer a análise de caixa do seu negócio. Sendo assim, é importante conhecer todos os números da sua empresa para poder gerir melhor a rotatividade do estoque.

Portanto, podemos concluir que a gestão de giro de estoque é item necessário para as empresas que desejam ter maior organização sobre os seus produtos e, consequentemente, conquistarem melhores resultados financeiros.

Isso porque, através dessa análise, é possível eliminar possíveis gastos desnecessários e focar no que realmente importa. Se você quer conferir mais dicas como essas, assine a nossa newsletter agora mesmo e confira os conteúdos publicados pela Whow!