Como a cultura de feedback beneficia as empresas - WHOW
Pessoas

Como a cultura de feedback beneficia as empresas

Conheça os benefícios e desafios da implementação de uma cultura de feedback nas empresas

POR Carolina Cozer | 23/11/2020 18h55

A construção de uma boa cultura empresarial é uma das grandes chaves para um ambiente saudável. Parte dessa cultura envolve espaço para que empresa e colaboradores possam se comunicar, compartilhar ideias e expressar opiniões de forma sincera. Tudo isso precisa acontecer de modo estrutural e orgânico ―mas dar e receber feedback nem sempre é simples.

“A cultura do feedback ajuda a melhorar a comunicação entre líderes e colaboradores”, diz Carolina Piombo, Head de RH BRQ Digital Solutions ― empresa de tecnologia e serviços com foco na transformação digital.

Piombo explica que a cultura de feedback não só cria meios para que essa comunicação aconteça, mas também desenvolve uma estrutura para que o feedback aconteça em pequenos momentos, sem necessariamente precisar de marcação prévia. “Um diálogo aberto traz mais confiança para a relação profissional, e é essencial para o alinhamento estratégico das equipes. Por meio dele, os times conseguem saber exatamente onde estão acertando, quais são as melhorias necessárias para ajustar a rota e quais objetivos devem buscar”, afirma.

O sucesso desta implementação, segundo Piombo, é a digitalização, que viabiliza as ferramentas necessárias para esse processo. 

Feedback e a otimização de resultados

Quanto mais o feedback for normalizado em uma empresa, menos as pessoas vão vê-lo como algo negativo ou suspeito. Trata-se de uma ferramenta poderosa, que ajuda a otimizar os resultados dos times e da própria empresa, e as vantagens de ter uma cultura de feedback são inúmeras. “Aqui na BRQ sabemos o quanto é importante esclarecer os objetivos, os prazos e os responsáveis de cada tarefa porque, sem transparência, o feedback não será eficaz para motivar e evoluir a performance dos funcionários”, diz Piombo.

A BRQ pratica os métodos de feedback formal, situacional e de alinhamento, seja via e-mail, telefone, webconferência ou presencial. A empresa também acabou de lançar o Level UP, “uma plataforma que conecta Perfomance, Reconhecimento e Desenvolvimento com o objetivo de fomentar o desenvolvimento contínuo dos colaboradores e incentivar a prática do feedback”, de acordo com a Gerente da BRQ.

Pilar de performance 

“É sustentado pelo feedback de desenvolvimento. Através de reuniões de feedbacks formais, o líder e o seu liderado alinham as expectativas para o momento atual, identificam as competências a serem desenvolvidas ou potencializadas, falam sobre os objetivos de carreira, e constroem o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI).”

Pilar de Reconhecimento 

“Estimulamos a prática do feedback situacional e contínuo. Você pode dar e receber feedbacks de qualquer colaborador. O feedback positivo é público e os outros colaboradores podem curtir e comentar os feedbacks que os seus colegas receberam. Feedbacks construtivos são direcionados para o privado, podendo optar se o líder terá acesso ao feedback que o seu liderado recebeu, para que possa apoiá-lo no seu desenvolvimento através de ações registradas em seu PDI. Entendemos que, quando damos ou recebemos feedbacks contínuos, impulsionamos o desenvolvimento do nosso colaborador.”

Pilar de Desenvolvimento 

“É a nossa plataforma de treinamento com gamificação conectado ao PDI, onde colaborador tem acesso aos treinamentos, meetups e conteúdos técnicos e comportamentais. A cada conteúdo consumido, ganha moedas para trocar por brindes BRQ.”

Mudança de mindset pode ser desafio para empresas

Para muitas empresas, implementar uma cultura de feedback é um enorme desafio, pois envolve a construção de uma nova mentalidade acerca de como os funcionários se sentem para comunicar suas ideias e preocupações. “O desafio é grande para empregar a cultura de feedback, pois requer uma mudança de mindset, que não é tão simples, pois exige uma mudança de comportamento, e em qualquer mudança encontramos resistência”, observa Piombo. 

Através da prática contínua do feedback, segundo a Gerente de RH, é possível identificar o que está indo muito bem e o que precisa ser melhorado, acelerando o desenvolvimento e maturidade de todos. 

“A empresa que percebe o valor da cultura do feedback, e estimula essa prática entre os colaboradores, tende ter mais sucesso, pois terão profissionais mais capacitados e de alta performance”

Carolina Piombo, Head de RH na BRQ Digital Solutions


+NOTÍCIAS

Exclusivo: Conheça as Top 10 startups de tendências de 2020
As lições aprendidas com a morte da startup Quibi
A aprendizagem diária dos líderes de inovação
Lições práticas para uso das metodologias ágeis