CEO revela como ter saúde financeira sem investimento externo - WHOW

Pessoas

CEO revela como ter saúde financeira sem investimento externo

Vinicius Motta, empreendedor por trás da startup Minha Casa Financiada, dá dicas valiosas para quem está começando um negócio

POR João Ortega | 19/11/2021 17h10

Em dois anos de trajetória, a startup Minha Casa Financiada nunca levantou investimentos. Todo o crescimento foi feito no modelo bootstrapping, em que os recursos gerados no negócio são reinvestidos para sustentar a operação. Para crescer neste formato, é preciso ter bons conhecimentos de gestão financeira, algo a que o empreendedor Vinicius Motta se dedicou ao longo da jornada. 

A empresa oferece crédito imobiliário e conecta o cliente a construtores para que possam, assim, construir a casa feita sob medida para suas necessidades. Até hoje, a Minha Casa Financiada movimentou R$ 1,6 bilhão na plataforma.

O CEO Vinicius Motta explica com exclusividade as melhores práticas para criar um negócio sem investimento externo. Além disso, ele revela lições essenciais para quem está começando a empreender ou pretende abrir sua empresa em 2022. Confira:

O que os novos empreendedores precisam saber para garantir a saúde financeira do seu negócio?

Vinicius Motta: O Brasil está com um cenário muito competitivo no empreendedorismo. Você precisa ter muito mais que um CNPJ, ser esforçado e trabalhar muito para ter sucesso e se manter no mercado. Só isso, infelizmente, não está bastando. A grande maioria dos novos empreendedores fazem isso e vão à falência em menos de dois anos. Isso acontece porque a tecnologia mudou o mercado. O modo como interagimos com o marketing e com as vendas mudou e, se o empreendedor não tiver essa mudança dentro de si, não vai sobreviver. Em resumo, é preciso ter inteligência de mercado para poder se fortalecer e ter sucesso.

Quais são os problemas mais comuns nos negócios jovens e o que deve ser feito para encarar esses desafios?

Vinicius Motta: Considero que não ter um MVP, produto mínimo viável, é um problema comum. As pessoas se apaixonam pela ideia, gastam esforços e capital que às vezes nem tem, por uma ideia pela qual estão apaixonados.

Antes de se apaixonar, faça um MVP, gaste o mínimo possível, coloque para funcionar, venda o produto, faça testes se ele é viável e faça pesquisa de mercado.  Somente após tudo isso, gaste esforços e recursos aprimorando aquele produto.

É melhor realizar algo do que esperar para lançar o produto perfeito que pode não sair. Pare de pensar tanto, crie um MVP e veja se o produto vende e conquista o mercado.

O que nunca deve ser ignorado quando o assunto são as finanças empresariais?

Vinicius Motta: Saiba os indicadores mais básicos: CAC (custo de aquisição de um cliente) e LTV (Life time value, o quanto esse cliente vai comprar de você ao longo do tempo). Mantenha sempre a relação entre LTV e CAC maior que 1. Isso mostra que seu negócio é viável. Aumente essa diferença e você não terá problemas na parte financeira.

Quais as dicas para deseja abrir um negócio em 2022?

Vinicius Motta: Tenha uma cultura de Growth desde o início, mapeie o mercado e tenha histórico de todos os passos da empresa. Só assim irá crescer com qualidade. Opte por negócios escaláveis e de tecnologia: esse é o presente e o futuro dos novos negócios.

Num cenário de economia incerta, quais as ações mais seguras para a longevidade de um empreendimento?

Vinicius Motta: Testar antes de investir dinheiro. Não se apaixonar por uma ideia. Se apaixone por uma empresa que vende e gera resultados. 

As pessoas continuam tendo problemas. Faça com que sua empresa resolva um novo problema na sociedade e gere valor ao seu cliente.  

Incertezas e economia vão e vem e as empresas de sucesso do mercado se mantêm, pois eles entendem o cliente e sempre que preciso pivotam e mudam suas ideias de negócio para se adaptar ao cenário.