Casa das Arretadas: projeto fortalece empreendedorismo feminino - WHOW

Pessoas

Casa das Arretadas: projeto fortalece empreendedorismo feminino

Conheça a “Casa das Arretadas”, um projeto que fortalece o empreendedorismo feminino na região do Vale do São Francisco

POR Redação Whow! | 16/06/2021 13h09

O empreendedorismo feminino cresce cada vez mais no Brasil. Este movimento é um fruto da busca por independência das mulheres. No entanto, estas mulheres que são donas dos seus próprios negócios ainda enfrentam diversas dificuldades para empreender, assim como todo empreendedor. 

Por isso, te convidamos a conhecer a “Casa das Arretadas”, um projeto que fortalece o empreendedorismo feminino regional. Leia o conteúdo na íntegra e fique por dentro desta novidade. Boa leitura!

Você sabe o que é empreendedorismo feminino?

O empreendedorismo feminino é um conceito que contabiliza negócios comandados ou idealizados por mulheres. Além disso, também inclui empresas que possuem liderança feminina, ou seja, que tenham mulheres com altos cargos. Apesar de vivermos um crescimento no número de mulheres empreendedoras, ainda existem diversos obstáculos enfrentados por elas atualmente. Afinal, representam mais da metade da população brasileira, mas somente 7,6% das 500 maiores empresas do Brasil têm mulheres nos seus cargos de liderança.

Qual a importância do empreendedorismo feminino?

Ter mais mulheres presentes no empreendedorismo traz diversas melhorias para as empresas, para a economia e até para a sociedade como um todo. Até porque,  mulheres em cargos de liderança representam um importante papel para diminuir a desigualdade de oportunidades entre homens e mulheres que possuem as mesmas qualificações. 

Além disso, o empreendedorismo feminino traz mais diversidade para o mundo dos negócios, ou seja, permite que novas perspectivas alcancem a liderança do mercado. Essas novas ideias, podem gerar benefício para a economia global e auxiliar muitos lugares a saírem da crise. Uma vez que muitas mulheres trazem propostas inovadoras , e uma visão única para o setor de empreendedorismo. 

Outro ponto importante de apostar na liderança feminina, é que também pode gerar uma valorização de talentos da empresa, pois, afinal, pessoas de gêneros diferentes com as mesmas qualificações merecem as mesmas oportunidades, não? . Dessa forma, a empresa ainda conquista uma maior proximidade com sua clientela feminina quando suas interlocutoras são mulheres..

Conforme aponta um estudo da Organização Internacional do Trabalho, empresas que investem na diversidade de gênero nos cargos de liderança tendem a ter funcionários mais engajados e lucro maior que o normal. Por fim, vale ressaltar que a realidade do empreendedorismo brasileiro se dá, principalmente, por necessidade. Ou seja, muitas pessoas apostam no negócio próprio para fugir da crise.

Conheça o espaço colaborativo Casa das Arretadas 

Criado por uma professora universitária da Bahia, o projeto Casa das Arretadas é um espaço colaborativo para reunir mulheres empreendedoras do Vale do São Francisco. O principal objetivo do projeto é fortalecer a cultura e o comércio feminino da região. Isso com um local específico, para que as mulheres possam divulgar o próprio trabalho e vender seus produtos.

O espaço foi inaugurado, na última quinta-feira (10), na cidade de Petrolina. O projeto tem como objetivo unir mulheres empreendedoras de todo o Vale do São Francisco. Vale ressaltar, que isso inclui não só cidades pernambucanas, mas as baianas também.

A maioria dos negócios têm como foco a divulgação da cultura nordestina. O local tem espaço para até 35 expositores e foi projetado seguindo as regularizações sanitárias em combate à pandemia.  A fundadora do projeto se chama Luana. Ela nasceu em Salvador, se formou em publicidade e propaganda e já atua no setor de marketing e empreendedorismo digital.

Para ela, a missão do projeto é incentivar a cultura local, gerar emprego e renda no Vale do São Francisco e fortalecer o empreendedorismo feminino, é claro. Luana ainda expõe que a sua vontade sempre foi conectar mulheres ao mundo dos negócios. Isso com um contato maior com a cultura regional e as ferramentas digitais. Criando assim, uma grande comunidade de apoio para essas mulheres.

Vale destacar, que a Casa das Arretadas é um projeto em parceria com o Clube Empreendedoras do Vale, que já atua no empreendedorismo feminino desde 2018. Esse clube já promove eventos ao público feminino que deseja se capacitar em empreendedorismo,  além de oferecer suporte comercial, através de sistemas de vendas, oferecer espaço específico para trabalho e logística de entrega de produtos.

Acolhimento e fortalecimento das empreendedoras regionais

A Casa das Arretadas também está preparado para acolher e fortalecer as empreendedoras regionais. O projeto só cobra R$150 de cada empreendedora. Tudo com o propósito de desenvolver o comércio local, e assim, melhorar a economia da região. Nesse sentido, já foram agregadas mais de 1.000 associadas, que receberam diversas capacitações ao longo de vários meses. Algo que tem impactado a vida de milhares de pessoas.

Podemos concluir que o empreendedorismo feminino é algo cada vez mais necessário em nossa sociedade, e que é preciso investir em métodos que promovam a inclusão desta parcela que representa mais da metade da população em posições de liderança. 

Por isso, ações como a Casa das Arretadas, devem ser cada vez mais tomadas como exemplo e replicadas nas diversas regiões do país. Assim, a economia cresce, a desigualdade diminui e  milhares de pessoas se beneficiam ., com maior desenvolvimento regional e oportunidade para todos.

Se você gostou desse exemplo de projeto voltado para o empreendedorismo feminino, e quer ficar por dentro das novidades do mercado, assine agora mesmo a nossa newsletter e receba conteúdos gratuitos diariamente.