Afinal, quem são os Stakeholders? Saiba mais aqui!
Eficiência

Afinal, quem são os Stakeholders?

Entenda o impacto dos stakeholders no negócio, o conceito, a importância, alguns exemplos e dicas para fazer uma boa gestão de stakeholders

POR Redação Whow! | 19/07/2021 18h50 Afinal, quem são os Stakeholders?

No mundo empresarial, é muito comum se deparar com o termo Stakeholder. Mas você sabe mesmo o que é isso? Neste conteúdo, entenda o conceito, a importância, o impacto e também dicas valiosas para realizar uma boa gestão dos Stakeholders.

Afinal, o que são Stakeholders?

Criado em 1963 por Robert Edward Freeman, filósofo do Instituto de Pesquisa de Stanford, o termo stakeholders vem da língua inglesa e significa “grupo de interesse”. Dessa forma, stakeholders são todos os  grupos ou pessoas são afetados pelas decisões de uma empresa.

Em síntese, a Teoria dos Stakeholders diz que determinadas pessoas, organizações ou grupos devem ser levados em consideração no momento da tomada de decisão pela empresa. Afinal, eles estão envolvidos, de alguma forma, com as atividades desenvolvidas da empresa. E, para que a organização tenha sucesso, conforme a mesma teoria, ela precisa entregar valor econômico para todos esses interessados.

Conheça exemplos de Stakeholders

Em cada empresa, há uma verdadeira cadeia de stakeholders envolvida, que engloba desde os maiores acionistas até os pequenos fornecedores.

Por isso, a classificação dos stakeholders contempla os internos e os externos:

  • os stakeholders internos são aqueles que se encontram dentro do ambiente da empresa, como os colaboradores, gestores e acionistas;
  • já os stakeholders externos são aqueles que ficam de fora do ambiente organizacional. São eles: clientes, fornecedores, governo, parceiros comerciais, sindicatos e até mesmo concorrentes. 

Vale ressaltar também que o conceito de stakeholders também se aplica aos micro e pequenos negócios. 

Digamos que você tem uma loja de roupas de virtual. Nesse contexto, seus stakeholders externos seriam seus fornecedores de roupas, um estabelecimento parceiro que divulga os seus produtos e seus clientes. Já os stakeholders internos seriam seus dois colaboradores, por exemplo.

Diferença entre Shareholder e Stakeholder

É comum uma certa confusão entre o que realmente significa stakeholder e shareholder. O shareholder, termo que também vem do inglês e vem de share, que significa parte/ compartilhar e holder, que pode ser traduzido como suporte ou ter algo. Traduzindo para o português, é o mesmo que acionista. 

Assim, o termo pode ser usado para designar os investidores, proprietários e também acionistas da empresa. Já a palavra stakeholder relaciona-se com todos aqueles que, independente de possuírem ou não “parte” da empresa, são influenciados pelas suas decisões e influenciam os seus objetivos. 

A importância dos Stakeholders para uma empresa

Uma empresa é influenciada pelas decisões dos stakeholders e vice-versa. Nesse sentido, a satisfação ou insatisfação de uma dessas partes tem um forte impacto nos resultados do negócio.

Portanto, a fim de garantir a saúde do negócio como um todo, não somente financeira, manter uma boa relação com os stakeholders é indispensável.

Imagine agora que você tem um salão de cabeleireiros e depende dos produtos de um determinado fornecedor. Caso sua empresa tenha uma boa relação com ele, preços e prazos podem ser negociados, bem como a disponibilidade de produtos. 

E, no mesmo exemplo, vamos olhar para os seus colaboradores, seus stakeholders internos. Quando eles estão satisfeitos, trabalham melhor, aplicam boas práticas, como economizar produtos e água, bem como deixam os clientes satisfeitos.

Caso contrário, quando não estão satisfeitos o suficiente, as relações interpessoais no trabalho não serão positivas, bem como atendimento ao cliente também não.

Veja que todas as situações têm impacto direto nos resultados do negócio. Assim, em uma boa relação dos stakeholders, deve haver equilíbrio e integração entre todos os envolvidos. 

Dicas sobre gestão de Stakeholders

Mas, como gerir todas essas pontas da empresa? De fato, não é tão fácil. 

Contudo, listamos algumas dicas importantes que podem ajudar você na hora de gerir, de uma maneira eficaz, todos os stakeholders da sua empresa. 

  • Identificação dos stakeholders

Quem são os grupos ou pessoas que estão interessados ou que se relacionam com o seu negócio?

O primeiro passo é conhecer bem todos que estão envolvidos no seu negócio, seja interna ou externamente. Depois, realize um mapeamento para identificar como está se dando essa relação, buscando levantar os principais pontos de melhoria. 

  • Categorização dos stakeholders

Depois de mapeados os stakeholders e analisada a relação deles com sua empresa, defina o grau de importância e de interesse deles em relação a sua empresa. Essa atitude ajudará na hora da definição de um plano de ação.

  • Elaboração de um plano de ação

O plano de ação da sua empresa em relação aos seus stakeholders terá a missão de definir as melhores estratégias de relacionamento com eles. Faça isso considerando o grau de importância e de interesse de cada um em relação ao seu negócio.

  • Monitore o grau de satisfação 

O quanto os seus colaboradores estão satisfeitos com sua empresa? E os fornecedores e parceiros? Principalmente, como se sentem os seus clientes em relação a sua empresa?

É essencial para uma boa relação com stakeholders o monitoramento do grau de satisfação dos mesmos. E, para cada um, esse processo deve ser feito de uma maneira diferente.

Monitore realizando pesquisas de clima organizacional com os colaboradores. Para os clientes realize uma pesquisa de NPS- Net Promoter Score, e aos  fornecedores, aplique questionários. 

Conclusão

Manter uma relação saudável entre todos os envolvidos com as atividades da sua empresa é muito importante, como mencionamos.

Porém, além disso, devemos estar atentos aos possíveis novos stakeholders que a sua empresa pode ter. Parceiros comerciais, investidores, fornecedores, organizações e associações, etc: pode ser que a sua empresa esteja perto de uma nova oportunidade de negócio.

Gostou do conteúdo? Se sim, não deixe de assinar a nossa newsletter gratuitamente, para receber todos os dias artigos interessantes sobre o mercado, gestão, empreendedorismo e tecnologia!