9 dicas para tornar seu pitch um sucesso no mundo dos negócios - WHOW
Eficiência

9 dicas para tornar seu pitch um sucesso no mundo dos negócios

Aprenda a fazer um pitch que consiga convencer mesmo o mais cético dos investidores a fazer um aporte no seu produto ou serviço

POR Marcelo Almeida | 27/10/2021 16h53 9 dicas para tornar seu pitch um sucesso no mundo dos negócios

Se você leu nossa matéria sobre o assunto, já sabe o que é pitch e que geralmente ele busca atrair investidores para um determinado negócio.

Embora não exista uma fórmula para fazer um pitch de sucesso, existem certas técnicas e formas de se preparar para garantir que sua apresentação desperte o interesse dos investidores, grave o produto na mente deles e crie uma associação positiva como uma solução criativa para um problema.

Para aprimorar o seu pitch e tentar convencer mesmo o mais cético dos investidores a fazer um aporte no produto ou serviço que está oferecendo, o Whow! organizou uma lista para te ajudar nesse momento importante:

1- Conheça todos os dados do negócio: esse é o primeiro passo para um bom pitch. Não ser capaz de responder uma pergunta sobre o lucro que tem na venda de um produto, qual foi sua receita no último ano ou algo básico assim irá deixar uma impressão ruim nos investidores, como se você não se importa ou não está totalmente envolvido com seu negócio.

2- Conheça seu produto: você deve ser capaz de responder todas perguntas a respeito do que está apresentando no seu pitch em relação ao seu produto ou serviço. Se disser que gera economia, por exemplo, mas não souber especificar quanto em relação a outros produtos, isso torna a informação quase irrelevante, já que essa economia pode ser mínima. Preste atenção, portanto, aos detalhes, e memorize tudo que for essencial.

3- Crie uma história em que seu produto seria imprescindível: para ressaltar a importância do produto ao fazer um pitch, use um exemplo de uma situação que você mesmo passou, ou um terceiro, na qual o produto foi ou poderia ter sido fundamental.

4- Procure seguir um padrão de apresentação: ao fazer um pitch, existem algumas informações que são imprescindíveis e você deve lembrar sempre de mencioná-las: o público-alvo do seu negócio, o que o seu produto tem de novo ou exclusivo e o estágio em que seu negócio está, além de uma proposta razoável de investimento.

5- Ter uma boa identidade visual: na hora de fazer um pitch, o design e os aspectos visuais em torno de um produto ou serviço podem ser fundamentais, provocando uma má impressão caso não estejam em sintonia com o negócio proposto. Um produto ou serviço para crianças nas cores preto e vermelho, por exemplo, não será muito atrativo, já que elas preferem cores mais “quentes” e maior diversidade de cores.

6- Mantenha uma postura profissional: embora um pitch possa ser algo que mude os rumos do seu empreendimento e que tenham uma enorme importância para você, seja capaz de absorver um não quando ele vier sem se amargurar ou reagir de forma combativa em relação aos investidores. Lembre-se que não se trata de algo pessoal.

7- Crie uma persona: se achar que sua personalidade cotidiana não é a mais adequada na hora de fazer um pitch, tente criar uma persona, ou seja, uma versão sua modificada na hora da apresentação. Se a marca ou produto for algo mais do ramo de entretenimento, por exemplo, ser monossilábico e introvertido não é uma boa estratégia. Busque se mostrar entusiasmado com o produto e criar uma sintonia entre a forma como você se comporta e as características do que está vendendo. Não é uma tarefa fácil, então treine extensivamente antes da apresentação, seja sozinho ou com alguém de confiança.

8- Use algo a mais para te ajudar na apresentação: sejam os clássicos slides de Power Point com dados fundamentais, seja uma demonstração de como o produto funciona, enfim, tornar o pitch mais visual e menos focado em você falando é importante para gravar o que está sendo apresentado na mente dos investidores e tornar o pitch menos monótono.

9- Busque uma conexão com a audiência: apenas apresentar um produto ou um negócio pode não ser suficiente às vezes. Se possível, tente inserir, durante o seu pitch, uma situação cotidiana que pode ser comum a um grande número de pessoas e que seu produto ou serviço pode facilitar ou resolver. Como no caso de produtos de limpeza, as clássicas demonstrações de como algo difícil de limpar pode ser facilmente superado pelo seu produto deixam uma impressão permanente na mente das pessoas, sobretudo se elas presenciam a demonstração ao vivo.