7 inovações asiáticas para se inspirar - WHOW

Tecnologia

7 inovações asiáticas para se inspirar

A consultoria TrendWatching selecionou inovações em homenagem ao Ano Novo Chinês que servem de inspiração para a disrupção em todo o mundo

POR Carolina Cozer | 25/02/2021 19h00 Imagem: Freepik Imagem: Freepik

O continente asiático é um dos maiores polos de inovação do planeta. Japão, Singapura, Malásia, Coréia do Sul, China e Hong Kong são detentores de algumas das cidades mais preparadas para o futuro, de acordo com o World Economic Forum, e poderão representar cerca de 60% da força urbana tecnológica do mundo até 2025.

Em homenagem ao Ano Novo Chinês, a consultoria global Trendwatching escolheu sete projetos asiáticos inovadores que consideram altamente relevantes para 2021 e além, e que trazem inspiração e objetivos para que negócios do mundo inteiro possam superar as dificuldades percalçadas pela pandemia.

Arte para todos

A startup ArtWallStreet, de Singapura, desenvolveu uma plataforma que conecta artistas emergentes e independentes com bares, bistrôs, cafés e restaurantes que queiram construir galerias e decorar seus espaços. O portal também apresenta um mapa com estabelecimentos que exibem obras de artistas locais para o público que deseja consumir essas artes.

Celebração com segurança

Uma tradição comum do Ano Novo Chinês e outras celebrações, como casamentos, é o ato de gritar bênçãos em grupo enquanto se atira uma pequena porção de yusheng ― uma salada de tira de peixes com vegetais. Devido à pandemia, o desenvolvedor Koh Beng Liang criou um app contendo 14 frases auspiciosas pré-gravadas para serem utilizadas em festas que demandam a tradição sem que haja chance de transmissão do vírus pela saliva.

Educação botânica para nativos digitais

Como as escolas baseadas em educação em meio à natureza estão desenvolvendo seus métodos de ensino em meio ao isolamento social? Uma pré-escola malaia decidiu continuar ensinando jardinagem e sustentabilidade aos alunos através de kits com elementos lúdicos que podem ser utilizados enquanto as crianças assistem aulas por videochamada. Os pacotes contém materiais de plantio, ingredientes culinários, tintas naturais e outros.

Ilhas futuristas

Três ilhas futuristas estão sendo construídas na costa sul da Malásia com foco na melhoria da qualidade de vida e economia do país. O projeto pretende se tornar o centro da inovação e da Indústria 4.0 da Malásia, contendo novas empresas de alta tecnologia e uma arquitetura urbana construída com base nos conceitos de smart cities ― todo o transporte, seja ele aquático, aéreo ou terrestre, será feito por meio de veículos autônomos. Design ambiental, sustentabilidade e cultura local serão os pilares desta inovação.

Dinheiro virtual

As prefeituras de Pequim, Cantão e Xangai lançaram um projeto-piloto para transformar toda a circulação de moeda das duas cidades em 100% digital. De acordo com o South China Morning Post, a China está próxima de se tornar o primeiro país no mundo a lançar uma moeda digital a partir do Banco Central. O plano-piloto sugere que esta decisão estaria ligada a um plano de recuperação econômica da nação, além de impulsionar o pagamento contactless e livre de vírus.

Barraquinhas online

Para driblar o lockdown na Malásia, a prefeitura do bairro chinês de Kuala Lumpur lançou um incentivo para os comerciantes locais abrirem lojas temáticas online na plataforma de comércio eletrônico Shopee durante o Ano Novo Lunar. Os clientes Shopee tiveram acesso à decoração, alimentos e roupas tradicionais até o dia 13 de fevereiro. A Shopee também forneceu aos comerciantes acesso gratuito a workshops de e-commerce da Shopee University para ajudá-los a impulsionar seus negócios online.

Streaming turístico

Um dos segmentos mais prejudicados pela pandemia foi o turismo, que precisou se reinventar para se manter presente no mercado. Na China, a empresa de viagens Tongcheng-Elong estabeleceu uma parceria com a rede social Kuaishou para integrar produtos, como estadias em hotéis e ingressos para atrações turísticas, à plataforma de  live-streaming da Kuaishou. Na ação, os clientes da Tongcheng-Elong foram incentivados a criar seus próprios conteúdos e publicá-los na rede social parceira em troca de promoções e ofertas especiais. Desta forma, as duas redes poderiam ser movimentadas simultaneamente.


+INOVAÇÕES

5 inovações corporativas que falharam
Conheça as empresas mais inovadoras no Brasil e campeãs do Prêmio Whow! de Inovação 2020
As principais inovações do ano, segundo a Times
Veja os próximos passos da inovação no Brasil