5 tendências pós-coronavírus - WHOW
Tecnologia

5 tendências pós-coronavírus

O isolamento social criou novos hábitos e mudou a forma como lidamos com o mundo. E agora? O que esperar quando a crise passar?

POR Luiza Bravo | 09/04/2020 14h21 5 tendências pós-coronavírus Arte Grupo Padrão (@flaviopavan_76)

O coronavírus se alastrou pelo mundo e transformou a rotina de bilhões de pessoas nos cinco continentes. As recomendações de isolamento social mudaram não apenas nossas rotinas enquanto indivíduos, mas também o dia a dia das empresas e seus planos de negócios. Nesse cenário, algumas marcas tentam se antecipar tendências e adotar estratégias que sejam capazes, pelo menos, de minimizar os efeitos devastadores que têm sido previstos.

Para isso, é imprescindível saber quais as tendências de comportamento dos consumidores que devem se consolidar ao fim da pandemia. Veja algumas delas que o Trend Watch destacou.

1. Experiências virtuais

Turnês musicais e eventos esportivos, incluindo os Jogos Olímpicos, foram cancelados por conta da pandemia do novo coronavírus. Fronteiras foram fechadas e opções de lazer como museus, teatros, parque e cinemas também suspenderam suas atividades.

Com tantas restrições, as experiências virtuais baseadas em tecnologia imersiva ganham força. É natural que o ser humano busque novas formas de interação e de distração em um momento como esse, e práticas como e-sports e tours virtuais a museus podem se tornar um hábito mesmo após o fim do isolamento social.

2. Companhias virtuais

De acordo com o Trend Watch, esta tem sido uma das tendências mais reveladoras e controversas dos últimos anos. A interação crescente e cada vez mais natural com chatbots e assistentes digitais pode mudar as expectativas de algumas pessoas, fazendo com que elas passem a procurar por companheiros virtuais.

tendências Foto ilustrativa (Freepik)

3. Mentoria

A quarentena pode ser entediante para boa parte da população, especialmente para as pessoas que não têm a possibilidade de trabalhar de casa. Operadoras de telefonia em todo o mundo anunciaram medidas para tentar dar conta do aumento da demanda por conexão causado pelo isolamento social.

O tempo gasto navegando pela internet disparou desde que as pessoas foram aconselhadas a não sair mais de suas casas. Enquanto muitas delas passam seu tempo apenas rolando seus feeds nas redes sociais ou acessando plataformas de streaming, outras tantas estão aproveitando o tempo livre de forma mais produtiva, acessando sites de ensino a distância que as conectam a professores, especialistas e mentores.

4. Soluções open source

O coronavírus não foi declarado uma pandemia por acaso pelo Organização Mundial da Saúde: ele atingiu o mundo inteiro, e se tornou um inimigo comum a todas as nações. Para combatê-lo, as diferenças foram deixadas de lado, e soluções passaram a ser compartilhadas.

A colaboração tem se mostrado fundamental para o combate à pandemia, e não deve ser deixada de lado quando tudo isso passar.

5. Desenvolvimento assistido

A quarentena também tem estimulado – ou forçado – muita gente a desenvolver novas habilidades. Quem costumava terceirizar as tarefas domésticas, por exemplo, agora está precisando aprender a realizá-las por conta própria, como limpar a casa e cozinhar.

O Trend Watch aposta que muitas pessoas devolverão essas funções com prazer a seus empregados quando a crise terminar, mas que uma parcela considerável também vai descobrir uma fonte de prazer em alguma dessas tarefas.

Tendências aceleradas pelo coronavírus em Consumidor Moderno

Em tempos de mudanças radicais, alternativas que ainda demorariam anos para se consolidar estão sendo aceleradas para a nossa rotina. Como resultado, estamos perante a uma série de tendências globais que começam a ditar novos comportamentos e meios de consumo. Saiba mais em Consumidor Moderno.


+TENDÊNCIAS

Tendências tecnológicas e o seu impacto no mercado de turismo
Tendência no mundo, home office é um dos benefícios mais procurados, segundo pesquisa
O fim da improdutividade: como as startups combatem a ineficiência no mundo corporativo
5 macrotendências globais até 2024