5 maneiras de encontrar o diferencial competitivo do seu negócio - WHOW

Eficiência

5 maneiras de encontrar o diferencial competitivo do seu negócio

O diferencial competitivo é que o leva uma empresa a se diferenciar dos concorrentes e fixar a sua marca na mente e no coração dos consumidores. Entenda!

POR Redação Whow! | 28/05/2021 17h03

Você sabe mesmo o que é um diferencial competitivo? Ter um diferencial ou vantagem competitiva significa que sua empresa é única, não somente para os clientes, mas também para colaboradores, parceiros e fornecedores. Segundo o Sebrae, as empresas com diferenciais claros e definidos tendem a crescer mais do que as outras, conseguindo, assim, perpetuar-se como pioneiras no mercado. Entenda mais sobre esse assunto e descubra como encontrar o diferencial da sua empresa.

O que é diferencial competitivo?

Você já se perguntou por que existem pessoas que preferem comprar dos seus concorrentes e não da sua empresa?  Diferencial competitivo é quando um negócio oferece o melhor, em termos de atendimento, produto e serviços, benefícios e vantagens exclusivas. É aquele algo mais, que encanta e atrai pessoas.

Dessa forma, não basta apenas ter a melhor qualidade: em suma, quando falamos de diferencial competitivo nos referimos ao valor que uma marca agrega a todo um ecossistema.  

Vale ressaltar também que, para que alguma característica da empresa seja considerada como diferencial competitivo, as pessoas precisam reconhecer este fato. Logo, o empreendedor pode até ter insights, mas é preciso analisar o que seu público pensa e como os concorrentes se comportam.  Ou seja, um grande desafio está em encontrar esses diferenciais e criar estratégias para desenvolvê-los.

Como essa estratégia pode auxiliar sua empresa? 

Nesse contexto, ter ciência das vantagens competitivas do seu negócio fará com que sua empresa se destaque frente aos concorrentes e esteja preparada para incidentes externos. Assim, basta voltarmos um pouco ao primeiro semestre de 2020, quando estávamos entrando em isolamento social causado pela pandemia.

Definitivamente, tudo era escuro. Contudo, quem conhecia bem o seu negócio e  seu diferencial, conseguiu destaque, mesmo diante dessas incertezas. 

Diferenças entre qualidade e competitividade 

Confundimos muitas muitas vezes qualidade com competitividade. Entretanto, são conceitos semelhantes, mas com algumas diferenças. Em suma, uma empresa é competitiva quando está apoiada sobre os pilares da qualidade e produtividade. Afinal, a falta de qualidade gera clientes insatisfeitos. Entretanto, a falta de produtividade encarece os custos e impede novos investimentos para o negócio. É a produtividade que mede a eficácia do uso dos recursos para produzir produtos ou serviços.

Definimos a competitividade como o núcleo do sucesso ou do fracasso da empresa.  É a competição diante da concorrência que é responsável pela adaptação das atividades no seu ambiente de atuação.  Uma empresa é considerada competitiva quando consegue atingir um nível maior de produtividade que seus concorrentes. Isso garante a presença no mercado, sendo resultado da satisfação dos clientes.

 

5 formas de encontrar o diferencial competitivo de um empreendimento

Podemos nos diferenciar das empresas com base em vários fatores, como entregas mais rápidas, produtos de qualidade, flexibilidade em formas de pagamento, melhor atendimento, etc.  Assim, para te ajudar a descobrir como identificar esses diferenciais, citamos 5 formas que isso pode ser feito.

1- Conhecendo bem quem é seu público

Então, você realiza pesquisas de satisfação? Seus clientes em um canal aberto com sua empresa para expor a opinião, dúvidas e críticas?  E os seus colaboradores? É imprescindível compreender o comportamento de todos aqueles que interagem com o seu negócio. 

Afinal, é a partir de insights que esses grupos geram que pode-se melhorar o que é oferecido, bem como entender as reais necessidades dos seus consumidores.

2- Entendendo como os seus concorrentes fazem

Acima de tudo, entenda o seu concorrente, pesquise e faça sessões de benchmarking. Dessa forma, extraia os pontos positivos que estão fazendo com que eles sobressaiam sobre a sua empresa e avalie onde estão deixando a desejar

Porém, não se restrinja apenas a realizar pesquisas rasas. Esteja DENTRO dos seus concorrentes e de olho em todos os seus movimentos.

3-  Realizando uma análise SWOT

A matriz SWOT é um modelo que reúne suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do mercado. Logo, levantando esses pontos para análise você terá vários insights para realizar mudanças significativas no seu negócio.

4- Aplicando as 5 forças de Porter

Nesse contexto, a metodologia das 5 Forças de Porter é indicada para quem deseja conhecer mais o mercado. Ela consiste na análise:

  1. Da rivalidade entre você e seus concorrentes: o quanto vocês disputam para conseguirem a preferência dos consumidores? Quem mais está acertando, o que está fazendo? E do contrário? 
  2. Do poder de negociação dos clientes: hoje, tem-se um cliente mais informado e conectado. Sua voz ganhou força e ele é quem dita a melhor forma de compra.
  3. Do poder de negociação entre os fornecedores : o quanto os fornecedores barganham em relação às matérias-primas e insumos necessários para os seus negócios? 
  4. Da ameaça de entrada de novos concorrentes: você está antenado aos movimentos do mercado? O que há de novo, local e mundialmente? Como esses movimentos podem impactar o seu negócio? 
  5. Da ameaça de produtos substitutos: existe um novo produto ou serviço lançado em alguma parte do mundo que pode substituir o seu? Como você está se preparando para a chegada dele?
5-Definindo o básico da sua empresa: visão, valores e propósito

O que sua empresa é, afinal? Se não sabemos quem somos, nunca saberemos aonde queremos chegar. Assim, defina claramente:

  • a missão da sua empresa, ou seja, os motivos pelos quais ela existe e o seu propósito;
  • sua visão, posição que ela pretende atingir em um determinado período de tempo´;
  • os valores, que são ideias de atitude, comportamento e resultados que devem estar presentes nas atitudes dos colaboradores e refletidos na forma como são tratados os consumidores.

Dessa forma, viu só a importância de se definir os diferenciais competitivos da sua empresa? Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter gratuitamente para receber outros artigos interessantes como este em primeira mão!