5 empreendedores que quebraram antes de ter um negócio de sucesso - WHOW

Pessoas

5 empreendedores que quebraram antes de ter um negócio de sucesso

Falhar em uma primeira empreitada não é sinal de fracasso como empreendedor

POR João Ortega | 03/11/2021 19h16

Não é à toa que o empreendedorismo é comumente comparado a uma montanha-russa: os altos e baixos da jornada empreendedora são tão íngremes e repentinos quanto o do brinquedo mais popular do parque de diversões. A diferença é que quando uma montanha-russa quebra, o risco de vida aos passageiros é enorme; já a quebra de um empreendimento é algo natural na jornada empreendedora. 

Comparações à parte, pesquisas revelam que, de fato, a quebra não é o fim da linha para o empreendedor. Um estudo realizado por pesquisadores das universidades de Stanford e Michigan, nos EUA, analisou centenas de pequenas empresas do varejo que quebraram no país ao longo de 20 anos. Sete em cada dez empreendedores desistiram depois da quebra. Os outros 30%, no entanto, tentaram novamente, e tiveram maior taxa de sucesso do que na primeira incursão. 

Em mais de 30 episódios do Whow! Vida Loka Podcast, conversamos com empreendedores de todos os mercados e tipos de negócio. Muitos deles fracassaram em (pelo menos) uma tentativa antes de criar um negócio de sucesso. Separamos, a seguir, cinco casos de empreendedores que quebraram, mas voltaram mais fortes. 

Sérgio Bertoluci

Sérgio Bertoluci é um dos mais bem sucedidos personal trainers do Brasil. O empreendedor criou o SB Club, plataforma por assinatura que oferece conteúdo voltado ao bem-estar e à atividade física. No entanto, antes deste negócio lucrativo, Sérgio resolveu empreender como revendedor de carros. Não deu certo, e ele revela tudo sobre esta jornada fracassada no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=olsoVp9lW3k

Maira Mazzer

Maira Mazzer foi uma das empreendedoras que sofreu com o início da pandemia. Ela empreendia em um ambiente físico, vendendo bonecas de pano. Com reservas que durariam apenas para o próximo mês, a estilista decidiu reinvestir o dinheiro em um novo negócio: venda online de pijamas para usar dentro ou fora de casa. Assim, nasceu a marca Preguistê. Ficou curioso? Assiste aí:

https://www.youtube.com/watch?v=iZLX8yTW1gU&t=157s

Luzia Costa

Luzia Costa é dona da Sóbrancelhas, uma franquia de estética que está em centenas de shopping centers no Brasil e no mundo. Antes deste negócio de sucesso, porém, a empreendedora quebrou com uma pizzaria e precisou reinventar-se diversas vezes ao longo da jornada. Confira esta história inspiradora:

https://www.youtube.com/watch?v=RUq4lCw0zug

Ana Fontes

Uma das maiores referências em empreendedorismo feminino no Brasil, Ana Fontes não teve o mesmo sucesso no seu primeiro negócio quanto com a Rede Mulher Empreendedora. A plataforma Elogie Aqui não deu certo, seja por problemas de sociedade, seja por uma questão de timing. Entenda como ela deu a reviravolta na jornada: 

https://www.youtube.com/watch?v=aqkSx63Lrd8&t=227s

Marcelo Toledo

Empreendedor serial, Marcelo Toledo teve diversos negócios ao longo de sua jornada. Alguns deram errado, e outros deram certo. A mais recente é a startup Klivo, que ajuda pacientes com doenças crônicas a viverem melhor. O empreendedor afirma que as lições das empresas que quebraram foram a base para tudo o que deu certo depois. Conheça este empreendedor no podcast abaixo: