5 diretrizes para adotar o formato de trabalho remoto ou híbrido - WHOW

Pessoas

5 diretrizes para adotar o formato de trabalho remoto ou híbrido

A digitalização do mercado de trabalho, juntamente com a pandemia, trouxeram revoluções a fim de melhorar a vida das pessoas, confira!

POR Redação Whow! | 31/05/2021 11h44

Não é nenhuma novidade que estamos vivendo um momento ímpar na história. Com a pandemia do novo Coronavírus, diversas medidas de isolamento social foram adotadas e o trabalho remoto foi uma delas.

Afinal, num mundo digitalizado, reunir fisicamente os colaboradores, para muitas empresas, era apenas uma questão de conveniência. Muitos funcionários só precisam de uma boa internet e um computador para realizar seus serviços. Atualmente já contamos com alguns modelos de trabalho disponíveis. Quer saber um pouco mais sobre eles? Continue a leitura e fique por dentro das novidades!

Tendência de novos formatos de trabalho 

Na história da humanidade, diversos acontecimentos impulsionaram mudanças significativas na sociedade e, consequentemente, no mundo corporativo também. O ano de 2020 foi um desses momentos que fatores externos, auxiliaram em transformações no mercado de trabalho.

Neste sentido, a pandemia fez com que várias empresas tivessem que alterar a forma de se relacionar com seus colaboradores. Até os negócios mais resistentes às mudanças, tiveram que aderir a modelos de trabalho remoto ou híbrido.

Assim como a maioria das pessoas, inicialmente muitos gestores acreditaram que era apenas uma mudança temporária, e que logo tudo voltaria ao normal. Porém, conforme o contágio foi evoluindo, e a situação fugiu do controle, muitos compreenderam que poderiam ser alterações permanentes nas nossas vidas.

Passando mais de um ano do início dessa situação, já é possível compreender que além das mudanças sociais, o mundo corporativo também precisa se adaptar a essa nova realidade. E é assim que muitas empresas tiveram que se adaptar aos novos modelos de trabalho. Visto que passou a ser uma das principais demandas dos empregos atuais.

Um estudo realizado pela Gartner 2021 Digital Worker Experience Survey, aponta que até 2022, 25% dos trabalhadores, que têm essa possibilidade, escolheram ter sua casa como local principal de trabalho, e 45% utilizarão suas casas de 2 a 3 vezes por semana. Portanto, é preciso conhecer os diversos modos de trabalho disponíveis, para que assim, a gerência e os colaboradores possam compreender qual é o melhor modelo para cada situação.

Diferenças entre trabalho remoto e híbrido

Basicamente, essa diferença se dá no local de trabalho e no vínculo que o funcionário terá com a empresa. Ou seja, se o serviço será feito completamente à distância, ou se o funcionário precisará comparecer fisicamente no local de trabalho em algum momento.

Assim, o trabalho remoto é aquele no qual o colaborador pode trabalhar em qualquer lugar. Sem nem precisar ir até o escritório ou para a sede da empresa. Dessa forma, ele conta com uma maior liberdade de decisão. Já no trabalho híbrido, apesar do funcionário também ter liberdade, ele ainda deve comparecer ao local de trabalho em algum momento. A frequência vai depender do acordo feito entre o empregador e o empregado.

O modelo híbrido é o que mais tem sido aceito atualmente no mercado de trabalho. Acaba sendo o modo ideal para ambas as partes. Enquanto o trabalhador ainda tem que estar presente em alguns dias na empresa, também possui maior liberdade para aproveitar os outros dias, da maneira que preferir.

É um benefício para a empresa também, uma vez que este acaba sendo uma forma de trabalho mais econômica. Afinal, é possível fazer um rodízio dos funcionários que estarão presentes no escritório. Logo, o local de trabalho pode ser menor e com contas também mais baratas.

Outro ponto de vantagem, é que como os funcionários poderão passar mais dias em casa, há uma maior flexibilidade no pacote de benefícios oferecidos a eles. Dessa forma,  pode se adequar melhor à realidade do colaborador e ainda ser mais barato para a empresa.

5 práticas que toda empresa deve adotar no trabalho remoto ou híbrido

Mesmo que o trabalho remoto ou híbrido traga facilidades, ainda é preciso ficar atento em algumas práticas para realizar esse modelo de forma efetiva. Por isso, separamos 5 práticas que toda empresa deve adotar. Confira:

Pratique a comunicação empática 

Aposto que você já teve algum mal entendido numa conversa de texto, certo? Afinal, é muito difícil conseguir captar as nuances da comunicação através de palavras escritas. Por isso, é muito importante que tanto gerentes, quanto a equipe, tenham atenção na forma de se comunicar. É preciso sempre procurar formas de procurar mais diretas e simpáticas.

Além disso, deve ser tomado muito cuidado a respeito da saúde mental dos colaboradores. Alguns sinais na comunicação podem transparecer fadiga ou até sofrimento.

Invista em ferramentas para colaboração remota

Para conseguir uma maior colaboração de todos da equipe, e maior claridade nos processos de trabalhos, é preciso investir em ferramentas para colaboração remota. Dessa forma, passará uma visão de maior unidade da empresa para os funcionários. Assim, ainda poderão se sentir como uma equipe, mesmo que à distância.

Atualmente diversas plataformas e ferramentas já estão disponíveis com esse intuito, vale a pena pesquisar a respeito de qual se encaixa melhor com as demandas da sua empresa.

Estipule um limite de reuniões diárias

Desde que muitos negócios passaram a aderir o trabalho remoto ou híbrido, muitos gestores e equipes passaram a extrapolar na frequência e na duração das reuniões virtuais. Uma pesquisa realizada pela universidade de Stanford já apresenta que muitas horas em reuniões virtuais podem resultar em malefícios para a saúde mental das pessoas.

Além de que, para muitos funcionários, o tempo de reunião significa menos tempo de produção. Ou seja, muita reunião pode atrapalhar o fluxo de trabalho.

Permita um horário de trabalho mais flexível

Muitos gestores estão adotando a filosofia de que se o trabalho for entregue, não importa o horário que o funcionário irá trabalhar. Assim, cada colaborador consegue utilizar o período que se sente mais produtivo.

Afinal, Dress code virtual: é necessário no trabalho remoto?

Se a sua empresa fará reuniões virtuais e possui um dress code específico, você pode cobrar sim dos funcionários esse requisito. Porém, é preferível dar maior liberdade neste quesito, para que todos se sintam mais confortáveis para realizar o seu trabalho.

Em suma, foi possível analisar que estes modelos de trabalho poderão ser cada vez mais adotados pelas empresas. O que começou sendo uma questão pontual, poderá ser uma mudança permanente. Assine a nossa newsletter gratuitamente e fique por dentro das novidades do mundo de negócios.