5 dicas sobre como falar de pontos fracos em entrevistas de emprego - WHOW

Pessoas

5 dicas sobre como falar de pontos fracos em entrevistas de emprego

Perguntas sobre pontos fracos são, em geral, uma das questões que mais deixam os candidatos apreensivos

POR Redação Whow! | 18/01/2022 17h14 Business situation, job interview concept.

Pergunta recorrente nas entrevistas de emprego, os pontos fracos são, em geral, uma das questões que mais deixam os candidatos apreensivos, uma vez que a preocupação por ser mal interpretado pode custar a tão desejada oportunidade de emprego.

Pensando em auxiliar candidatos nesse sentido de como se preparar para entrevistas e como responder às clássicas questões que volta e meia aparecem nos processos seletivos, Cecília Barçante, Gerente de Empregabilidade da PreparaTODOS, plataforma de educação, e responsável pela PreparaVAGAS, focada em empregabilidade, separou algumas dicas que podem contribuir para o bom desempenho daqueles que buscam uma recolocação no mercado de trabalho ou a primeira oportunidade empregatícia:

1 – Seja honesto
Tente compreender a si mesmo e seja honesto com o recrutador. Evite respostas prontas, como “sou perfeccionista”. Além de ser uma resposta vaga, isso soa como uma fuga ao assunto. “Ninguém é perfeito. Isso significa que nenhum de nós é bom em tudo, por isso, você pode – e deve – falar sobre os seus pontos fracos”, aponta Cecília.

2 – Seja objetivo
Objetividade é o ponto-chave para que o candidato se saia bem durante a resposta sobre os seus pontos fracos. “Afinal, quanto mais evitarmos explicações sobre isso, menos nos enrolamos com as respostas”, explica.

3 – Use a comunicação ao seu favor
Há formas e formas de falar a mesma coisa. Por isso, pense antes de responder às questões do recrutador e escolha as melhores palavras para se expressar. “Eu tenho dificuldade para me organizar soa bem melhor do que dizer que é bagunceiro, não é mesmo? Aí está a importância da comunicação clara e objetiva”, comenta Cecília.

4 – Seja profissional
Saber separar o que está diretamente conectado ao ambiente de trabalho é fundamental. “Quando o recrutador pergunta sobre os seus pontos fracos, ele quer entender quais são os pontos que afetam o seu trabalho e não necessariamente as suas dificuldades pessoais”, orienta.

5 – Mostre o que você está fazendo para melhorar
Mostre o que você está fazendo para melhorar aquilo que não considera tão bom em si enquanto profissional. “Entender quais são nossos pontos fracos e buscar melhorá-los é o ponto-chave para atingirmos o nosso sucesso profissional”, finaliza Cecília.