4 Startups que ajudam a Porto Seguro a criar novos negócios e aprimorar processos - WHOW
Eficiência

4 Startups que ajudam a Porto Seguro a criar novos negócios e aprimorar processos

Além de startups que já fornecem serviços à empresa, conheça as que estão integrando o 8º ciclo de aceleração da seguradora por meio da Oxigênio

POR Raphael Coraccini | 23/10/2019 15h10 4 Startups que ajudam a Porto Seguro a criar novos negócios e aprimorar processos

O setor de seguros tem um amplo espaço para crescer no Brasil. No País, 60% dos carros, por exemplo, não tem nenhum tipo de proteção para além do DPVAT, o seguro obrigatório. Para realizar esse potencial de crescimento, o setor recorre a empresas da nova economia a fim de chegar a soluções que empresas tradicionais têm dificuldade para alcançar sozinhas.

A Porto Seguro, por meio da sua aceleradora, a Oxigênio, abriu seu oitavo ciclo de aceleração de startups para encontrar novas formas de otimizar e acelerar processos e criar novos produtos, além de fomentar o sistema de inovação.

Conheça quatro insurtechs que têm ajudado a Porto Seguro a desenvolver novas soluções:

Psicologia Viva

Plataforma que oferece aos segurados do Porto Seguro Saúde atendimento psicológico 24 horas por dia em qualquer lugar do Brasil. A startup criou um marketplace para conectar paciente a psicólogos através de conferência pela internet. A Psicologia Viva faz parte da Oxigênio.

Refinaria de Dados

A startup acelerada no sétimo ciclo da Oxigênio também está incorporada aos negócios da Porto Seguro para coletar, processar e analisar pegadas digitais dos consumidores. A ideia da startup é conectar a empresa ao público-alvo.

“Temos focado cada vez mais nos temas direcionadores, como: eficiência e melhoria operacional, aumento de receita e redução de custos, além, é claro, da tecnologia. Tudo isso, sempre aliado aos negócios da Porto Seguro, como seguros, serviços automotivos, saúde, serviços residenciais, soluções financeiras, segurança e proteção, consórcio, além de áreas internas da Porto”

Maurício Martinez, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Porto Seguro e Oxigênio Aceleradora

Livance

A Livance é uma startup que aposta no sistema de compartilhamento de consultórios para que médicos, nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas credenciados atendam em locais variados sem a necessidade de alugar espaços por meio de contratos tradicionais, que são mais engessados, com preço e tempo fixados. O sistema de consultórios no sistema pay-per-use permite ao profissional se aproximar mais de onde o seu paciente está.

Electrowave

A empresa monitora a qualidade da energia que chega a residência dos segurados da Porto Seguro em áreas específicas, onde há riscos maiores de danos elétricos que aumentam os custos da seguradora pela recorrência dos casos. A startup fornece uma solução de internet das coisas capaz de ler com precisão e em tempo real a transmissão de energia. Além disso, cria uma base de dados sobre o histórico de consumo dos clientes.

Oxigênio 1185

Novo programa de aceleração

Desde setembro, seis startups participam do processo de aceleração promovido pela Oxigênio Aceleradora a startups em estágio avançado. Desde esse último processo, a Porto Seguro está optando pelo modelo equity free, que passa a não incluir participação acionária da seguradora. “Tivemos diversos feedbacks de startups aceleradas e de outras que passaram no processo seletivo e declinaram por conta do modelo de investimento. Como nosso foco é ajudar o empreendedorismo e trazer inovações para o Grupo Porto Seguro, acreditamos que com essa nova estratégia ficaremos mais alinhados com nossos objetivos”, diz Martinez.

Confira as startups do programa:

Fhinck: é um software que, instalado em cada computador, analisa em tempo real milhares de rotinas da equipe, possibilitando eliminar desperdícios e aumentar a eficiência operacional.

Maio Marketing: uma plataforma que utiliza inteligência artificial para otimizar a maneira pela qual as empresas se conectam e acionam seus clientes e prospects.

Niduu: solução para capacitar de forma inteligente os colaboradores, mudando o comportamento e aprimorando os resultados das empresas. A plataforma também conta com recomendação inteligente de treinamentos e rastreamento detalhado dos gaps de conhecimento de cada colaborador ou de um setor.

SoluCX: mede a satisfação do cliente após cada touchpoint e entrega as informações de forma simplificada, além de contar com inteligência artificial para a análise de comentários.  

Kidopi: a iniciativa visa promover gestão de saúde populacional, a partir de planos personalizáveis, direcionados ao paciente por meio de inteligência artificial, aliando protocolos estruturados baseados em eventos, processamento de língua natural e feedback humano para uma comunicação com o paciente. 

Hi Technologies: iniciativa pioneira no serviço de telemedicina para exames laboratoriais, como: HIV, zika, chikungunya, dengue, hepatite, teste de gravidez, colesterol total, HDL, hemoglobina glicada, vitamina D, glicemia, dentre outros. A tecnologia é uma nova categoria em análises clínicas que associa internet das coisas e inteligência artificial para acelerar o diagnóstico médico.


+ STARTUPS

12 startups do Cubo Itaú para ficar de olho
Fundadores de startups explicam como buscar investimento
7 Startups de destaque do Habitat, hub de inovação do Bradesco