4 setores dentro da saúde que se destacaram no começo do ano - WHOW
Tecnologia

4 setores dentro da saúde que se destacaram no começo do ano

Ainda que o número de rodadas de investimento tenha diminuído no primeiro trimestre do ano, algumas áreas ganharam espaço

POR Adriana Fonseca | 07/07/2020 18h00 4 setores dentro da saúde que se destacaram no começo do ano Foto ilustrativa Bongkarn Thanyakij (Pexels)

Globalmente, os aportes no setor de saúde aumentaram de forma modesta no primeiro trimestre de 2020, e o número de rodadas de investimento diminuiu, já que certas regiões sofreram uma forte contração no investimento durante o surto do novo coronavírus.

Ainda assim, algumas áreas do segmento, como inteligência artificial, telemedicina e saúde da mulher, ganharam espaço no trimestre. A plataforma CB Insights, que analisa o ecossistema global de startups, chegou a quatro áreas da saúde que tiveram destaque em meio à pandemia da Covid-19.

Inteligência artificial na saúde

O investimento em startups de inteligência artificial da área de saúde cresceu 37% no primeiro trimestre do ano em comparação com o quarto trimestre de 2019, enquanto a quantidade de rodadas permaneceu relativamente baixa.

Os principais negócios do setor, que provavelmente elevaram o valor total investido no primeiro trimestre, foram realizados com startups que oferecem soluções para doenças infecciosas. O maior acordo fechado nesse segmento foi uma rodada Série B de US$ 165 milhões na Karius, que usa biópsias líquidas para testar doenças infecciosas.

Telemedicina

A área da telemedicina registrou níveis recordes de investimentos no primeiro trimestre de 2020, período em que os pacientes recorreram como nunca a consultas médicas on-line em vez de consultas presenciais – consequência das preocupações geradas em torno da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a CB Insights, as notícias sobre telemedicina mais que dobraram nos primeiros três meses do ano em relação ao quarto trimestre de 2019, e o número de rodadas de investimento dobrou no primeiro trimestre de 2020, alcançando 103 negócios. Já o valor total de investimento aumentou quase 300% em comparação ao quarto trimestre de 2019.

saúde Foto ilustrativa Ekaterina Bolovtsova (Pexels)

Saúde da mulher

O investimento em startups que oferecem serviços e soluções para a saúde da mulher aumentou em aproximadamente 150% no primeiro trimestre de 2020, chegando a US$ 361 milhões, enquanto o número de rodadas permaneceu relativamente baixo. Muitos dos negócios realizados no trimestre envolveram startups de saúde da mulher focadas em telemedicina.

Outras áreas que apresentaram aumento são diagnóstico precoce para mulheres grávidas e soluções tecnológicas para saúde materna.

Medicina regenerativa

O investimento em startups voltadas para medicina regenerativa aumentou mais de 70% desde o quarto trimestre de 2019, enquanto o número de rodadas aumentou modestamente, em 8%. Algumas das principais rodadas do período incluem:

  • A rodada Série C de US$ 493 milhões para a empresa de terapia celular Lyell Immunopharma em março;
  • A rodada Série B de US$ 170 milhões para a ElevateBio, uma startup de terapia celular e genética, em março;
  • A rodada Série C de US$ 105 milhões para a ALX Oncology, uma empresa de terapia de imuno-oncologia, em fevereiro. 

+NOTÍCIAS

Futuro dos bancos: assistentes de voz e agências invisíveis
WeChat lança assistente de voz em carros capaz de fazer compras
Conheça as cidades com as melhores condições para inovação no mundo
Cobertura completa do Whow! da CES 2020