4 dicas para não errar no retorno aos escritórios - WHOW
Pessoas

4 dicas para não errar no retorno aos escritórios

Tecnologia pode ajudar a organizar escalas e manter o local físico de trabalho seguro em um momento de contínua preocupação com a saúde

POR Redação Whow! | 21/09/2021 18h28 4 dicas para não errar no retorno aos escritórios

Por Raphael Tavares, Diretor de Marketing, Vendas e Sucesso do Cliente do Escala App

Mais de 100 milhões de brasileiros já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que significou, de fato, um avanço bastante significativo na melhoria do contexto pandêmico que estávamos vivendo há quase dois anos. Para algumas empresas, já adeptas ao modelo de trabalho remoto, isto pode até não significar nada, mas, por outro lado, certos negócios que dependem da presença física de seus colaboradores já estão solicitando o retorno dos seus funcionários aos escritórios.

Este retorno, porém, precisa ser feito com o máximo de cuidado, tendo em vista que a situação ainda não está inteiramente controlada pelos órgãos nacionais de saúde e é preciso investir, primeiramente, na organização do seu espaço físico. Assim, é possível gerir estrategicamente as escalas dos colaboradores e atentar-se aos protocolos de segurança, espaçamento e capacidade de pessoas em cada um dos ambientes.

Além do mais, é importante também realizar uma pesquisa prévia com os os funcionários para entender sua situação perante à vacinação e os grupos de risco, de modo a trazer mais conforto e segurança para o momento do retorno. Veja algumas dicas importantes e que podem te ajudar a realizar a retomada ao escritório físico da melhor maneira possível:

1. Siga o protocolo de segurança à risca

Existem inúmeros protocolos de segurança a serem seguidos para garantir mais segurança para você, seus clientes e funcionários, como por exemplo:

  • Incentivar a constante higienização das mãos e o uso do álcool em gel 70% para mãos e superfícies como mesas, cadeiras, bancadas, objetos de trabalho etc, bem como a sua disponibilização gratuita em todos os ambientes;

  • Exigir o uso de máscaras o tempo inteiro;

  • Manter o ambiente de trabalho limpo e higienizado e redobrar os cuidados com a limpeza de ar condicionado e sistemas de ventilação.

2. Atente-se à organização do espaço físico

Observe a distância mínima de 1,5 metro entre os colaboradores, baias de trabalho, sala de atendimento ao cliente e demais locais de circulação. Procure utilizar sinalização adequada e comunicar o seu time sempre que possível. É imprescindível considerar, inclusive, a capacidade de lotação máxima de 50% da disposta no alvará de funcionamento e incluir sistemas de rotatividade de colaboradores para garantir que esta medida seja devidamente respeitada.

3. A tecnologia deve ser sua aliada

Utilize a tecnologia como aliada para gestão dos colaboradores e espaços físicos. Você pode usar aplicativos como, por exemplo, o Escala, que permite a criação e o gerenciamento de escalas de home office e locais de trabalho. Além do mais, você também pode, através da tecnologia, adotar medidas adicionais que possam evitar a aglomeração de pessoas, como horários diferenciados de atendimento.

4 – Fique sempre de olho nos sintomas

Faça um combinado com os gestores para que observem os sintomas de seus liderados e reforcem a importância do trabalho remoto caso apresentem tosse ou febre (37.3º ou mais), acompanhado de atendimento médico. Se eles tiverem que tomar medicamentos como paracetamol, ibuprofeno ou aspirina, que podem mascarar a infecção, também devem permanecer em casa. É uma medida importante para evitar a contaminação dos outros funcionários.

A retomada presencial aos escritórios será uma realidade para muitas empresas que tiveram o seu negócio prejudicado em detrimento do isolamento social e que precisam, mesmo que em modelo readaptado e capacidade reduzida, voltar ao escritório.

É preciso, porém, planejar estrategicamente a retomada e rever todos os protocolos de segurança dos colaboradores, além de organizar efetivamente o espaço físico da sua empresa. Somente assim será possível executar o plano de retorno presencial sem colocar em risco sua saúde de ninguém.