3 mitos sobre inteligência artificial - WHOW
Tecnologia

3 mitos sobre inteligência artificial

Um dos assuntos mais quentes do momento, a IA causa expectativas e, principalmente, medos devido à falta de conhecimento sobre a tecnologia

POR Adriana Fonseca | 28/10/2019 16h00 3 mitos sobre inteligência artificial

A inteligência artificial é um dos assuntos do momento que causam bastante expectativa e, além disso, medos, principalmente devido à falta de conhecimento sobre a tecnologia.

Para desmistificar um pouco o que é a IA, Robert Duque, líder da Accenture Applied Intelligence para América Latina, gravou um vídeo falando de três mitos relacionados à inteligência artificial.

MITO 1 – Inteligência Artificial vai substituir inteligência humana

De acordo com Robert Dique, a inteligência artificial é usada para reconhecer padrões de forma a entender um ambiente, um conjunto de dados ou para prever algum tipo de resultado.

Na realidade, hoje usamos a IA para um propósito determinado. É o que se chama de “IA Estreita”. Esse conceito significa que ela é aplicada especificamente para algum propósito. O que fazemos hoje, principalmente, segundo o executivo, é usar a IA para determinado fim, ajudando as pessoas a tomarem as melhores decisões de negócios. Nesse sentido, a tecnologia é um apoio aos tomadores de decisões e não uma ameaça a ponto de substitui-los.

inteligência artificial Foto Franki Chamaki (Unsplash)

MITO 2 – Quanto mais dados, melhor

A realidade é que a eficácia não está associada à quantidade de dados que se tem, mas à qualidade deles.

Colocar dados com ruído e enviesados em uma ferramenta técnica ou em uma modulagem de abordagem de inteligência artificial leva a decisões ruins. Isso porque essa modelagem começa a descobrir padrões e ela vai descobrir padrões naquele ruído e, como consequência, levará a decisões enviesadas.

Um exemplo prático: A Amazon divulgou recentemente que não usaria mais IA para recrutamento porque o modelo que eles haviam criado tinha sido feito com um conjunto de dados com ruído, e isso introduziria elementos de discriminação no processo de seleção. É preciso, então, ter cuidado com o conjunto para que seja estatisticamente válido, mas também o mais imparcial, rico e confiável (sem ruídos) possível.

LEIA TAMBÉM: 20 curiosidades impressionantes sobre inteligência artificial

inteligência artificial Foto Itesh Choudhary (Unsplash)

MITO 3 – IA é só para as empresas de tecnologia

A maioria das empresas que apostaram em inteligência artificial desde o começo é da área de tecnologia, mas elas não são as únicas que podem se beneficiar da ferramenta.

A consultoria  Accenture é um exemplo disso, pois tem desenvolvido projetos usando IA para farmacêuticas, empresas de agricultura, serviços financeiros e seguros. A realidade é que, por mais que tenha começado com as companhias de tecnologia, esta tecnologia está disseminada em todos os segmentos da indústria.


+INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Você conhece a Moxi, a robô enfermeira?
As iniciativas de Bradesco, Vivo e Magazine Luiza em inteligência artificial
Fast food brasileiro robotizado promete ser o mais rápido do mundo
Toyota fecha parceria com startup para dar novas funções a robôs domésticos
Será o fim dos robôs que querem vender coisas de qualquer jeito?