15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber; nível avançado II - WHOW
Eficiência

15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber; nível avançado II

Conheça o significado de alguns termos importantes do meio empreendedor e “startupeiro”, como Down Round, ERP, Cliff e FMA

POR Carolina Cozer | 02/03/2020 12h22 15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber; nível avançado II Foto (Shutterstock)

Nesta última edição do especial de Whow! sobre termos de startups, apresentamos mais 15 termos para afiar o vocabulário do empreendedor. Desta vez, vamos falar de termos avançados, como Cliff, Vesting, Mockup, EBITDA, entre outros.

Confira as edições anteriores deste especial ao final da matéria.

empreendedor Foto (Shutterstock)

1. APL (ou Cluster)

Os Arranjos Produtivos Locais (APL), ou Clusters, são empresas de mesmo setor que se agrupam em uma mesma localidade, para gerar competitividade. Além disso, o cluster serve para fomentar a cooperação, sinergia e parcerias entre as empresas, e facilitar processos com fornecedores.

2. Arduino

O Arduino é uma plataforma de código aberto usada na construção de projetos eletrônicos. É usada tanto por amadores quanto por grandes indústrias no desenvolvimento de novos dispositivos. Por ser uma tecnologia barata e fácil de usar, é bastante utilizada por startups e novos negócios em hardware.

3. Cauda Longa

Termo originário do livro de mesmo nome de Chris Anderson. O fenômeno Cauda Longa considera produtos menos populares e com menor demanda como passíveis de aumento da lucratividade de um negócio. Estes produtos permitem às empresas obter lucros significativos vendendo baixos volumes de itens raros – para um grande número de clientes – em vez de vender apenas grandes volumes com um número reduzido de itens populares.

4. Cliff e Vesting

Cliff e Vesting são estratégias utilizadas em contratos de sociedade em empresas. Para proteger os sócios, Cliff e Vesting garantem uma janela de, respectivamente, um e quatro anos de atuação na startup para recebimento de participação societária.

5. Down Round

De acordo com a Investopedia, Down Round se refere à oferta de ações adicionais à venda de uma empresa, a um preço menor do que o vendido na rodada de financiamento anterior. Em outras palavras,a empresa descobre que sua avaliação é menor do que era antes da rodada anterior de financiamento, sendo obrigada a vender seu capital social a um preço mais baixo por ação.

6. Earnout

Cláusula utilizada em contratos de fusões e aquisições que determina que o vendedor da empresa receba uma porcentagem dos ganhos no futuro, caso a empresa atinja determinadas metas financeiras.

7. EBITDA

EBITDA é o acrônimo para Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, ou “Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização”. Trata-se de um cálculo financeiro para determinar os ganhos financeiros de uma empresa com base em lucro líquido, desconsiderando impostos, dívidas e juros.

8. ERPs

ERP, ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial, é um modelo de sistemas de software open source para gestão. É utilizado pelas empresas para gerenciar e integrar partes dos negócios, implementando o planejamento de recursos em um sistema único.

9. Feedforward

Feedforward é um processo semelhante ao feedback, mas com foco no futuro (“forward”), e não no passado (“back”). De acordo com a Forbes, o feedforward é um processo focado no desempenho futuro e na carreira de um profissional, como uma mentoria. É a capacidade de prever ações futuras com a finalidade de determinar quais são os passos mais adequados a serem dados em uma carreira ou projeto.

10. Flow

Significa literalmente “fluxo”, em português. Designa um estado mental de imersão dentro de uma atividade, semelhante ao estado alfa meditativo, mas operacional e não estático. De acordo com a psicologia positiva, o flow ocorre através de um grande envolvimento com o sucesso de uma atividade.

11. FMA

FMA significa First Mover Advantage, ou “Vantagem do Pioneiro”. Assim como no xadrez, em que o primeiro movimento poderá garantir vantagens ao jogador sobre o oponente, as empresas pioneiras em algum setor terão vantagens competitivas por serem as primeiras a trazer um novo produto ou serviço ao mercado.

12. Freemium

Modelo de negócio comum no universo dos softwares. Consiste em oferecer um produto gratuito mas que contém componentes avançados de modo pago. É a mistura linguística das palavras “free” (grátis) e “premium”, indicando o mix destes dois componentes. Grande parte dos aplicativos utilizam essa estratégia para monetização.

13. Intraempreendedorismo

Sistema que incentiva funcionários de empresas, startups ou corporações a desenvolverem uma mentalidade empreendedora, mesmo que suas funções não tenham qualquer papel executivo. Segundo a Investopedia, os intraempreendedores são profissionais motivados, competitivos, proativos e orientadas à ação, tomando iniciativas em direção à soluções inovadoras. 

14. Mockup

Mockup é um modelo em escala utilizado para fins de venda ou apresentação. Consiste, geralmente, em uma réplica em tamanho real de um produto, estrutura etc. Pode ser também um rascunho final. Diferentemente dos protótipos, o mockup não tem funcionalidade, servindo, apenas, como um objeto demonstrativo.

15. Teste A/B

O teste A/B é um método de marketing para avaliar a efetividade de diferentes campanhas, web pages, designs ou aplicativos. Na avaliação A/B é possível rastrear os diferentes comportamentos dos consumidores às variáveis oferecidas. A opção que registrar melhor desempenho, no fim, será efetivada.empreendedores


+EMPREENDEDOR

15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber: nível básico
15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber: nível básico II
15 termos de startups que todo empreendedor precisa saber: nível intermediário
15 termos que todo empreendedor precisa saber: nível avançado